Tesla investe 1,5 mil milhões de dólares na bitcoin. Moeda virtual dispara para recorde

Fabricante automóvel de Elon Musk vai passar a aceitar pagamentos com a moeda virtual.

A Tesla, de Elon Musk, decidiu apostar na bitcoin. A fabricante aplicou 1,5 mil milhões de dólares na moeda virtual, preparando-se para começar a aceitar pagamentos pelos seus automóveis elétricos com esta divisa, revelou a empresa no relatório anual submetido ao regulador norte-americano SEC.

“Em janeiro de 2021, atualizámos a nossa política de investimento para nos dar mais flexibilidade para podermos diversificar e maximizar os retornos do nossa liquidez”, explica a empresa no documento. “Poderemos investir uma porção dessa liquidez em ativos alternativos de reserva, como ativos digitais, barras de ouro, fundos de ouro transacionados em bolsa” e outros, acrescenta a companhia.

Nesse contexto, “investimos um montante agregado de 1,5 mil milhões de dólares em bitcoin ao abrigo desta política e poderemos adquirir e manter outros ativos digitais de tempos a tempos ou no longo prazo”.

“Além disso, esperamos começar a aceitar bitcoin como forma de pagamento pelos nossos produtos num futuro próximo, sujeito às leis aplicáveis e inicialmente numa base limitada, que poderemos ou não liquidar assim que as recebermos”, frisa ainda a informação. No Twitter, um utilizador comenta que vão bastar duas bitcoin para comprar um Tesla.

Após ter sido revelada a aposta da Tesla na divisa, avançada pela Bloomberg, o valor da bitcoin disparou. A moeda virtual, que multiplicou o preço no ano passado, segue a ganhar quase 10%, valendo já mais de 43 mil dólares, um recorde.

Também a Tesla está a acelerar em bolsa, com os títulos da fabricante a somarem 2,32% para 872 dólares na negociação antes da abertura das bolsas norte-americanas.

(Notícia atualizada pela última vez às 13h36)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Tesla investe 1,5 mil milhões de dólares na bitcoin. Moeda virtual dispara para recorde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião