Imobiliário: “O principal inimigo dos investidores internacionais é o Estado”, diz APPII

O vice-presidente da associação que representa os investidores imobiliários aponta o dedo ao Estado no que toca às medidas que têm sido decretadas para o setor.

Tudo indica que 2021 vá ser um ano mais risonho para o imobiliário, mas, ainda assim, o setor continua a apontar o dedo ao Estado. A falta de atuação do Estado na promoção de oferta de habitação e o recente travão aos vistos gold são os dois principais alertas deixados pelos especialistas imobiliários, que afirmam que os investidores internacionais têm “fugido” do Estado e das autarquias.

Preocupa-nos e assusta-nos o facto de termos um Estado que quer ser mais do que um Estado, que quer ocupar o papel das empresas e da economia”, disse Hugo Santos Ferreira, vice-presidente da Associação Portuguesa de Promotores e Investidores Imobiliários (APPII), durante uma conferência sobre as tendências e o futuro do setor imobiliário para 2021.

O representante dos investidores imobiliários afirmou ainda que “as últimas medidas” que têm sido decretadas, “com especial incidência em matéria de habitação”, “têm posto a pandemia em segundo plano”. Hugo Santos Ferreira diz mesmo que as políticas públicas têm “assustado” os investidores. “O principal inimigo dos investidores internacionais é o Estado. É do Estado que os investidores têm fugido”, notou.

O vice-presidente da APPII esclareceu que estes receios dizem respeito ao Estado central, mas também às autarquias. “Preocupa-nos olhar para um Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) ou para uma Estratégia de Longo Prazo para a Renovação dos Edifícios (ELPRE) e ver políticas 100% para o Estado e para as entidades públicas e zero” para o setor privado.

Hugo Santos Ferreira falou ainda do recente travão dado ao regime de golden visa, proibindo a atribuição destes vistos nas cidades do litoral, mas também das medidas que têm sido decretadas no âmbito dos centros comerciais, como a suspensão da renda fixa. “São medidas ilegais e inconstitucionais. É gravíssimo”, rematou o responsável.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Imobiliário: “O principal inimigo dos investidores internacionais é o Estado”, diz APPII

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião