Alexandre Fonseca vence Pessoas Award na categoria de liderança

Para Alexandre Fonseca, ser um líder próximo significa ser "um líder que está presente, que compreende os desafios da organização e daqueles que a compõem".

Revê-se numa figura de líder empático e mobilizador, com profundo conhecimento do setor que gere e onde faz questão de dar o exemplo. Na Altice Portugal acredita que a sua liderança tem sido marcada pela proximidade e também pela humanização. Alexandre Fonseca, presidente executivo da empresa do setor das telecomunicações, é a personalidade distinguida na categoria “Liderança”, pelos Pessoas Awards.

José Teixeira, presidente do conselho de administração do dstgroup, e Isabel Furtado, CEO da TMG Automotive, estavam também nomeados para esta categoria.

Alexandre Fonseca é presidente executivo da Altice Portugal

“Proximidade significa visitar um call center, uma loja ou os nossos engenheiros no terreno”

Para Alexandre Fonseca, ser um líder próximo significa ser “um líder que está presente, que compreende os desafios da organização e daqueles que a compõem”. “Para mim, proximidade significa visitar um call center, uma loja ou os nossos engenheiros no terreno”, diz. Já uma liderança humana é sinónimo de um “cuidado muito especial e atento com as pessoas”. “Só com os colaboradores envolvidos e motivados é que é possível dar o salto qualitativo para concretizar o sucesso”, acrescenta.

De 2020, Alexandre Fonseca retira duas grandes aprendizagens. A primeira é que nada está garantido, a segunda é que a tecnologia é decisiva para o presente e futuro. Mas, para o presidente executivo da empresa de telecomunicações, é fundamental que os líderes sejam capazes de garantir a igualdade de oportunidades para todos. “Quando falamos da importância que a tecnologia tem para mudar a sociedade e para mudar a economia, não podemos esquecer aqueles que, por razões económicas ou financeiras, ou meramente por infoexclusão, não são capazes de utilizar as tecnologias”, considera.

“Garantir a igualdade de oportunidades é também garantir a transição digital sem deixar ninguém para trás”, diz Alexandre Fonseca, salientando que cabe aos líderes olhar para o país, para a sua coesão e competitividade, e assegurar a literacia digital. “Enquanto líderes, o nosso desafio final nas nossas organizações, e também na sociedade, é construir um mundo melhor e esse mundo será, certamente, mais digital”, acrescenta.

Para o júri dos Pessoas Awards, “nos últimos anos, a Altice passou por três CEO e a liderança de Alexandre Fonseca é uma surpresa, tanto ao nível de resultados – a Altice tornou-se líder absoluta de telecom em Portugal – como de competências de liderança”.

Nota: As imagens reunidas neste vídeo foram recolhidas pela equipa interna da Altice, com perguntas enviadas pela Pessoas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Alexandre Fonseca vence Pessoas Award na categoria de liderança

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião