Quedas do BCP e Galp penalizam PSI-20. Europa cede perante novos confinamentos

O principal índice nacional desvalorizou esta segunda-feira, acompanhando as perdas das principais praças europeias. Os novos confinamentos na Europa prejudicaram o sentimento dos investidores.

O PSI-20 começou a semana em terreno negativo ao cair 0,2% para os 4.838,76 pontos. O principal índice nacional acompanhou assim as perdas registadas na Europa numa sessão que fica marcada pela queda da lira turca e os receios dos investidores com os novos confinamentos na Europa.

Na Europa, a praça espanhola (IBEX) foi das mais penalizadas, caindo 1,9% esta segunda-feira. O francês CAC desvalorizou 0,5%, o alemão DAX cedeu 0,2% e o britânico FTSE caiu 0,3%. Entre os setores mais afetados está o setor da banca e o das viagens dado que os investidores temem os impactos dos novos confinamentos, nomeadamente na Alemanha em que o confinamento se vai prolongar por mais um mês.

Em Lisboa, oito cotadas subiram, uma ficou inalterada e nove desceram. Entre as quedas, o destaque vai para o BCP, que caiu 2,32% para os 11,39 cêntimos, e a Galp Energia, que desvalorizou 1,71% para os 10,07 euros. A contribuir para a queda da Galp está a desvalorização do petróleo a nível internacional.

BCP pesa na bolsa de Lisboa

Nota também para a queda de 2,68% para os 5,99 euros das ações da Altri e de 2,33% para os 1,42 euros dos títulos da Mota-Engil. Ambas as empresas tiveram novidades na semana passada: a Altri anunciou uma queda de 65% dos lucros em 2020 e contratou o ex-CEO da EDP Renováveis, João Manso Neto, para a Greenvolt e a Mota-Engil aprovou uma alteração aos estatutos para que os chineses da CCCC entrem sem lançar uma OPA.

A evitar uma queda maior do PSI-20 esteve a Ramada (a cotada já tinha disparado 7% na semana passada), que valorizou 6,74% para os 5,7 euros, e os CTT, que subiram 3,92% para os 3,18 euros, numa altura em que se sabe a empresa vai pedir um aumento do preço do correio à Anacom.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Quedas do BCP e Galp penalizam PSI-20. Europa cede perante novos confinamentos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião