Bolsa de Lisboa pintada de vermelho com Galp a cair mais de 2%

Lisboa acompanha tendência das demais praças europeias e desvaloriza, pressionada pela Galp Energia, que perde mais de 2%.

Em linha com as demais praças do Velho Continente, a bolsa de Lisboa arranca a penúltima sessão da semana pintada de vermelho. A Galp Energia recua mais de 2% e protagoniza as perdas mais expressivas. Também a pesar sobre a praça nacional está o BCP, que desvaloriza depois de ter atingido máximos de um ano na quarta-feira.

O índice de referência na bolsa portuguesa, o PSI-20, está a cair 1,59% para 5.021,770 pontos. Lisboa está, assim, a acompanhar a tendência registada nas demais praça europeias, com o Stoxx 600 a cair 1,06% para 433,29 pontos, o alemão Dax a recuar 1,31% para 14.951,69 pontos, o francês CAC 40 a descer 1,17% para 6.206,10 pontos e o espanhol Ibex a perder 1,11% para 8.908,10 pontos. Os investidores continuam preocupados com a alta da inflação.

Por cá, é a Galp Energia a protagonizar as maiores perdas, vendo os seus títulos desvalorizarem 2,46% para 9,964 euros. Isto numa sessão em que, em Londres, o barril de “ouro negro” está a cair 1,57%.

Também na energia, as ações da EDP recuam 0,83% para 4,276 euros, no dia em que a empresa irá apresentar resultados (após o fecho da sessão); Já os títulos da EDP Renováveis somam 0,92% para 17,6 euros, mesmo após a energética ter revelado que, nos primeiros três meses do ano, os seus lucros caíram 39% para 38 milhões de euros, por efeito da redução das receitas e do aumento dos custos com a expansão.

Abaixo da linha de água, está também o BCP, cujos títulos desvalorizam agora 1,54% para 0,1470 euros, mas já chegaram a cair mais de 2% esta manhã. Isto depois de terem disparado 5% e atingido máximos de um ano, na quarta-feira, à boleia da revisão da recomendação do Mediobanca.

No vermelho, destaque ainda para a Altri, cujas ações baixam 1,91% para 6,42 euros, e para a Sonae, cujos títulos perdem 1,88% para 0,756 euros. Também no retalho, mas do outro lado da linha de água, as ações da Jerónimo Martins avançam 0,1% para 15,615 euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bolsa de Lisboa pintada de vermelho com Galp a cair mais de 2%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião