Telhado da Porto Business School tem a maior horta urbana do país

A Escola de Negócios prevê produzir cerca de 3 toneladas de alimentos por ano, garantir um impacto mínimo no ambiente, reduzir a pegada de carbono, o consumo de água e a produção de lixos orgânicos.

Na cidade do Porto, já é possível avistar a maior horta urbana do país. Nasceu no telhado da Porto Business School, é uma horta low-tech, ecológica e eficiente, que conta com 70 camas de cultivo (growbeds) e ocupa uma área de 114 metros quadrados.

A nova horta, instalada pela Noocity, vai permitir à Escola de Negócios da Universidade do Porto caminhar em direção a um futuro mais ecológico e sustentável. Segundo Patrícia Teixeira Lopes, associate dean da Porto Business School, “este é um projeto que vai permitir continuar a seguir o caminho em termos de sustentabilidade e a tirar o melhor partido do que a natureza nos dá”.

Patrícia Teixeira Lopes adianta ainda que através da horta vai ser possível “garantir um impacto mínimo no ambiente, reduzir a pegada de carbono, o consumo de água ou a produção de lixos orgânicos dentro da Escola. Além disso, estimamos também conseguir produzir cerca de três toneladas de alimentos por ano.”

Para José Ruivo, CEO da Noocity “é um orgulho podermos ver mais empresas a fazer este caminho connosco, em prol de um futuro melhor. Em conjunto com a Porto Business School, vamos poder criar mais e melhores relações entre toda a comunidade e os nossos Growers vão poder transmitir toda a sua paixão e dedicação em torno da horta, ao mesmo tempo que proporcionam momentos de convívio diferenciadores e em perfeita sintonia com o melhor do campo. As hortas são um passo para nos tornarmos sustentáveis e devem fazer parte de qualquer varanda, terraço ou até mesmo de um telhado.”

Aliado à sustentabilidade a horta urbana vai permitir ainda reinventar o local de trabalho. “Os escritórios são muitas vezes a nossa primeira casa, onde passamos a maior parte do nosso dia-a-dia e, por isso, é necessário criar mais espaços criativos, de lazer e interação humana, para que consigamos viver uma vida mais calma, diminuir o stress e valorizar o nosso tempo livre em comunidade”, salienta ainda Patrícia Teixeira Lopes, em comunicado.

Com os alimentos colhidos da horta, a Porto Business School pretende ainda criar cabazes que possam ser distribuídos aos seus colaboradores, utilizá-los na preparação das refeições servidas pelos seus serviços de restauração, e, ainda, doar parte da produção a instituições sociais.

Com alguns projetos internos de sustentabilidade em curso – como a redução de papel e de plástico, e a promoção de utilização de alternativas de mobilidade menos poluentes – a Porto Business School continua a implementar mudanças visíveis e a atuar para criar impacto e conduzir, passo a passo, à alteração de comportamentos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Telhado da Porto Business School tem a maior horta urbana do país

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião