Abreu Advogados assessora tripulantes de cabine da TAP nas negociações com o Estado

A operação envolveu uma equipa multidisciplinar coordenada pelos sócios Carmo Sousa Machado e Martim Menezes.

A Abreu Advogados assessorou o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) nas negociações do acordo de emergência dos seus associados com a TAP e o seu acionista maioritário, o Estado.

A operação envolveu uma equipa multidisciplinar coordenada pelos sócios Carmo Sousa Machado e Martim Menezes. A assessoria integrou três áreas de prática da Abreu Advogados: Contencioso, Arbitragem e Negociação, com a participação de Martim Menezes, Trabalho, com a participação de Carmo Sousa Machado e Sofia Silva e Sousa, e Concorrência, Regulação e União Europeia, com a participação de Inês Sequeira Mendes e Mário João Fernandes.

A Abreu Advogados assessorou ainda a realização da Assembleia Geral Extraordinária do SNPVAC através do apoio na área de societário, a cargo dos sócios Martim Menezes e Paulo de Tarso Domingues.

O SNPVAC é um dos sindicatos fundadores da EurECCA (European Cabin Crew Association), associação que representa cerca de 35 mil tripulantes de cabine e integra nove sindicatos europeus. Tem como missão defender os interesses coletivos dos seus associados, garantindo a melhoria das condições laborais e estabilidade pessoal e social, tendo sido o representante dos tripulantes de cabine da TAP nas negociações dos acordos coletivos de emergência com o Estado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Abreu Advogados assessora tripulantes de cabine da TAP nas negociações com o Estado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião