BCE mantém juros e ritmo elevado de compras de dívida

Banco central manteve rumo dos estímulos à economia da Zona Euro. Juros mantêm-se em mínimos e compras de dívida vão continuar a um ritmo elevado para sustentar recuperação económica.

O Banco Central Europeu (BCE) deixou inalteradas as taxas de juro e vai manter em ritmo acelerado as compras de dívida ao abrigo do programa de estímulos contra a pandemia, temendo que um recuo poderia aumentar os custos de financiamento e prejudicar a recuperação económica.

“O Conselho do BCE espera que as aquisições líquidas no âmbito do PEPP ao longo do próximo trimestre continuem a ser conduzidas a um ritmo significativamente mais elevado do que nos primeiros meses do ano”, afirma o banco central em comunicado, após a reunião do conselho de governadores.

A instituição tem comprado cerca de 80 mil milhões de euros em títulos de dívida por mês no âmbito do Programa de Compras de Emergência Pandémica (PEPP) neste trimestre, que compara com um montante mensal de 62 mil milhões no primeiro trimestre do ano.

O BCE adiantou ainda que o PEPP, que tem envelope total de 1,85 biliões de euros, vai manter-se no terreno até março de 2022, reservando-se ao direito de flexibilizar as aquisições se for necessário para “manter condições de financiamento favoráveis”.

“O Conselho do BCE está preparado para ajustar todos os seus instrumentos, consoante apropriado, a fim de garantir que a inflação evolui de forma sustentada no sentido do seu objetivo, em conformidade com o seu compromisso de simetria”, disse o banco central.

Em comunicado, informa ainda que taxa de juro principal foi mantida em zero e aos bancos será cobrada uma taxa de 0,50% sobre os depósitos no banco central.

(Notícia atualizada às 13h22)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCE mantém juros e ritmo elevado de compras de dívida

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião