Área Metropolitana de Lisboa fechada a partir desta sexta às 15h00

O Governo proibiu a circulação de e para a Área Metropolitana de Lisboa aos fins de semana, uma medida que entra em vigor esta sexta-feira às 15h.

Devido à elevada incidência de casos, Lisboa está cada vez mais perto de recuar no processo de desconfinamento. Contudo, sem esperar por isso — que deverá acontecer apenas na próxima semana –, o Governo decidiu proibir a circulação de pessoas de e para a Área Metropolitana de Lisboa (AML) aos fins de semana, anunciou esta quinta-feira a ministra do Estado e da Presidência, acrescentando que haverá um reforço da fiscalização.

“As restrições aplicam-se a partir das 15h de amanhã”, disse Mariana Vieira da Silva, em conferência de imprensa após Conselho de Ministro, salientando que “dizem respeito à AML como um todo e não à circulação entre concelhos”. A restrição deverá durar “até as 6h da manhã de segunda-feira”, estando “previsto um reforço da fiscalização, não apenas a deslocações mas no geral a atividades e movimentos”.

Não se trata de um encerramento total, uma vez que haverá exceções, adiantou a ministra, dando como exemplo situações laborais. “As exceções são as mesmas que têm vigorado e as viagens internacionais estão excluídas destas regras”, disse. As medidas para a Área Metropolitana de Lisboa “não são uma cerca sanitária, mas uma restrição ao fim de semana”, que visa travar o alastrar da pandemia ao resto do país.

Mariana Vieira da Silva disse ainda que esta medida “não estava prevista”. “É nova, dada a desigualdade territorial”, notou. “Não é uma medida de controlo da pandemia, não vai fazer com que os números baixem. Vai conter [a pandemia] neste território, não a alastrando para o resto do país“.

O Governo aguarda, assim, “informação mais detalhada” sobre a situação pandémica e o peso das novas variantes e só com base nisso serão adotadas novas medidas. “Neste momento, com a informação que temos, a incidência parece ser muito superior na AML do que no resto do país”, disse Mariana Vieira da Silva, justificando esta decisão. “Não é uma medida fácil, mas consideramos que é necessária e tomaremos as medidas necessárias”.

Na última avaliação, feita a 9 de junho, Lisboa — juntamente com outros três concelhos — não avançou no processo de desconfinamento e está neste momento em alerta, uma vez que regista mais de 240 casos por cada 100 mil habitantes. A capital pode, assim, vir a descer um degrau neste processo de regresso à normalidade. Isso poderá significar um aperto de medidas, como a redução de horários aos fins de semana e feriados na restauração.

A Área Metropolitana de Lisboa é composta pelos seguintes concelhos:

  • Alcochete
  • Almada
  • Barreiro
  • Amadora
  • Cascais
  • Lisboa
  • Loures
  • Mafra
  • Moita
  • Montijo
  • Odivelas
  • Oeiras
  • Palmela
  • Seixal
  • Sintra
  • Sesimbra
  • Setúbal e
  • Vila Franca de Xira.

(Notícia atualizada às 16h48 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Área Metropolitana de Lisboa fechada a partir desta sexta às 15h00

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião