“Ligação com a fuboTV não pode ser considerada concorrencial”, diz Textor. Travão de Costa pode cair

Entrada do investidor no Benfica tinha de ter "luz verde" do clube, por ser “uma entidade concorrente”. No entanto, Textor esclarece que já não está ligado à fuboTV.

John Textor garante que a “antiga ligação com a fuboTV não pode ser considerada concorrencial” ao Benfica, já que o norte-americano saiu da estação em outubro de 2020. Este era um elemento que possibilitava o travão da direção do Benfica à compra de 25% do capital da SAD por parte do empresário, mas que, do seu ponto de vista, é inválido.

Em causa estava a posição de Textor enquanto sócio maioritário da fuboTV, uma espécie de Netflix para transmitir eventos desportivos, como as ligas profissionais de futebol americano (NFL), basquetebol (NBA), basebol (MLB), hóquei no gelo (NHL) e futebol (MLS).

Esta posição colocava o empresário como “uma entidade concorrente”. Ora, os estatutos do Benfica dizem que a compra de ações representativas de mais de 2% do capital social da SAD “por uma entidade concorrente” terá de ser aprovada pelas ações da categoria A, que são detidas pelo clube e que representam 40% do capital, pelo que tinha de ter o “ok” da direção.

No entanto, num texto publicado na sua página, Textor esclareceu que já não é diretor da fuboTV e não tem nenhuma afiliação com a estação. “Posso ter sido o maior acionista da fuboTV, mas agora possuo consideravelmente menos de 1% como um acionista público comum”, esclareceu. O empresário adiantou ainda que se “comprometeria a vendê-los imediatamente se este investimento passivo causar preocupação”.

Desta forma, não havendo esse entrave, a direção do Benfica, que estava a planear “chumbar liminarmente” a entrada do investir norte-americano John Textor no capital da SAD, segundo apurou o ECO, poderá não ter de dar “luz verde” à entrada do investidor.

O empresário José António dos Santos, arguido na operação “Cartão Vermelho”, tem “dois acordos para a venda” de 25% do capital da Benfica SAD ao investidor que admite comprar esta ou a posição de outros acionistas que queiram vender. E a oferta pelos títulos é substancialmente inferior à cotação destes na bolsa de Lisboa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Ligação com a fuboTV não pode ser considerada concorrencial”, diz Textor. Travão de Costa pode cair

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião