easyJet prevê operar 60% do programa de voos prévio à pandemia

  • Joana Abrantes Gomes
  • 20 Julho 2021

A companhia aérea britânica de baixo custo vai reforçar os serviços para 74 países da lista de viagens do Governo do Reino Unido, incluindo Espanha, Grécia, Portugal e Chipre.

A easyJet afirmou esta terça-feira que está confiante em operar cerca de 60% do programa de voos prévio à pandemia da covid-19 neste trimestre do verão, mais 17% do que nos três meses anteriores.

Num comunicado, a companhia aérea britânica low-cost (baixo custo) afirma que a reabertura das viagens na Europa continental e a flexibilização das restrições para as pessoas totalmente imunizadas no Reino Unido irá aumentar a procura no quarto trimestre, que termina em 30 de setembro.

A easyJet vai reforçar os serviços para 74 países da lista de viagens do Governo britânico, incluindo Espanha, Grécia, Portugal e Chipre, na sequência do anúncio do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, de que os viajantes com um calendário de vacinação completo não terão de ficar em quarentena quando regressarem ao Reino Unido.

A companhia aérea britânica disse que dois terços das suas reservas de voos são procedentes da Europa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

easyJet prevê operar 60% do programa de voos prévio à pandemia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião