SNQTB renova bolsas de estudo para filhos e netos dos colaboradores. Há 42 bolsas

O período de candidaturas abre a 13 de setembro e encerra a 16 de outubro. As bolsas terão o valor de 110 euros mensais durante dez meses. Há 42 bolsas disponíveis.

A Fundação Social Bancária (FSB), do Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários (SNQTB), decidiu renovar, uma vez mais, o programa de concessão de bolsas de estudo iniciado em 2018/2019. O objetivo deste programa de bolsas de estudo é apoiar os associados e os trabalhadores do SNQTB durante a frequência universitária dos seus filhos, enteados, pré-adotados, adotados e netos.

“As bolsas terão o valor de 110 euros mensais durante dez meses, de outubro de 2021 a julho de 2022”, detalha a SNQTB em comunicado. Este ano a Fundação Social Bancária aumenta o número de bolsas a atribuir, passando de 32 para 42 bolsas, o que representará um compromisso financeiro de 46.200 euros.

As candidaturas às bolsas de estudo estão prestes a abrir. Devem ser apresentadas no período entre 13 de setembro e 16 de outubro, através de uma ficha de inscrição, que pode encontrar através deste link. Os candidatos às bolsas de estudo serão avaliadas de acordo com quatro critérios: geográfico, mérito, académico e recursos financeiros e solidariedade.

As candidaturas aprovadas serão comunicadas aos associados ou trabalhadores do SNQTB até 30 de outubro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

SNQTB renova bolsas de estudo para filhos e netos dos colaboradores. Há 42 bolsas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião