O verão acabou? É tempo de recolher o lixo marinho, até debaixo de água

Hoje é o dia Mundial da Limpeza das Praias. Até 26 de setembro, decorre a iniciativa #EUBeachCleanup, que em Portugal é organizada pela Fundação Oceano Azul, com ações do norte ao sul do país.

Comemora-se este sábado, 18 de setembro, mais um Dia Mundial da Limpeza das Praias e a União Europeia volta a assinalar a data com a iniciativa #EUBeachCleanup. De acordo com a Representação da Comissão Europeia em Portugal, por cá as várias ações de recolha de lixo ao longo da costa vão prolongar-se durante toda a próxima semana e estão a cargo da Fundação Oceano Azul em parceria com mais de 100 organizações e grupos da sociedade civil.

A participação é aberta a todos os cidadãos, basta procurar o evento mais próximo aqui. Há ações a decorrer em todas as regiões: Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo, Algarve, Açores e Madeira. Pelo terceiro ano consecutivo, a Fundação Oceano Azul convida também todas as organizações em Portugal a registar as suas ações de limpeza no âmbito desta iniciativa.

O local de intervenção deverá ser escolhido tendo em consideração o foco da iniciativa – recolha de lixo marinho – podendo ser escolhida uma praia, uma praia fluvial, uma margem de curso de água (rio, ria, ribeira, etc.) ou um spot de mergulho.

“Este ano, celebramos o Dia Internacional de Limpeza Costeira entre 18 e 26 de setembro com ações terrestres e subaquáticas em todo o território nacional”, refere a organização, que colabora com a Comissão Europeia, a European External Action Service e as Nações Unidas.

– 80% da poluição no oceano deriva da atividade humana em terra.

– Todos os anos, deitamos oito milhões de toneladas de plásticos para o oceano.

– Estima-se que, em 2025, haverá no oceano uma tonelada de plástico por cada três toneladas de peixe.

“A Fundação Oceano Azul congratula-se pelo facto de, em Portugal, a consciência coletiva e a vontade de proteger o oceano serem cada vez maiores, e por assistir à mobilização das organizações nacionais e dos cidadãos que, mais uma vez, este ano, assinalam o Dia Internacional de Limpeza Costeira, através da recolha de lixo marinho, de norte a sul do país”, dizem os responsáveis da iniciativa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

O verão acabou? É tempo de recolher o lixo marinho, até debaixo de água

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião