Líder da Farfetch contesta que “pandemia não foi boa para ninguém”

Em Matosinhos, José Neves contrariou a tese polémica do secretário de Estado da Internacionalização e lembrou que muitas lojas e marcas de moda “iriam falir” se não fosse a plataforma da Farfetch.

O fundador e CEO da Farfetch, José Neves, contrariou esta sexta-feira as polémicas declarações de Eurico Brilhante Dias, secretário de Estado da Internacionalização, sobre Portugal ter “ganho com a Covid-19 porque, tendo as suas dificuldades, enfrentou-a com bastante êxito”.

Em Matosinhos, o líder da gigante luso-britânica do comércio eletrónico referiu que “a pandemia não foi boa para ninguém”. “Nem foi boa para nenhuma empresa. O que há é empresas que ativamente estiveram a ter um papel de luta contra a pandemia”, completou.

José Neves foi questionado pelos jornalistas em Matosinhos, à margem da cerimónia de apresentação pública do Fuse Valley, que será o campus global da Farfetch. O empresário nortenho lembrou mesmo que muitas das lojas, marcas e boutiques que vendem através desta plataforma de moda “iriam falir” se não fosse a alternativa digital.

“Houve empresas como a Farfetch que foram chamadas à sua missão de forma mais intensiva e daí veio o nosso sucesso, com o aumento de vendas. Quando existem certas situações trágicas e crise humanitárias, há empresas cujos bens e serviços vão ter uma procura maior. Foi isso que aconteceu no e-commerce”, resumiu.

Esta quinta-feira à noite, depois de ter sido corrigido por António Costa e criticado pelos partidos da oposição, Eurico Brilhante Dias procurou contextualizar as declarações que tinha proferido em Paris, durante uma feira têxtil, e queixou-se de ter sido mal interpretado.

“É claro que lamento a circunstância em que estamos e que a interpretação que foi dada às minhas palavras na resposta a uma pergunta tenha sido essa. Isso lamento profundamente. Se a interpretação que fizeram das minhas palavras pareceu uma desvalorização da pandemia, evidentemente só tenho de lamentar e, naturalmente, retificar”, referiu, em declarações à TVI24.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Líder da Farfetch contesta que “pandemia não foi boa para ninguém”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião