Banca antecipa aumento da procura de crédito por parte das PME

Após o fim das moratórias, banca olha para o mercado de crédito com otimismo e vê a procura a aumentar no segmento das pequenas e médias empresas (PME) e das famílias para o consumo.

Os bancos estão a antecipar um aumento da procura de crédito por parte das empresas no final do ano, que será “mais significativo” no segmento das pequenas e médias empresas (PME). Por outro lado, com o Natal a aproximar-se, também é expectável uma subida da procura do crédito ao consumo pelas famílias.

Espera-se um “aumento da procura de empréstimos para empresas, mais significativo nos de curto prazo e para PME” durante o quarto trimestre, mostra o inquérito sobre o mercado de crédito divulgado esta terça-feira pelo Banco de Portugal.

“No crédito a particulares, destaca-se a expectativa de aumento da procura para consumo e outros fins”, adianta ainda o supervisor, enquanto os empréstimos para a compra de habitação, que têm mostrado uma boa dinâmica ao longo de 2021, são vistos a cair ligeiramente nos últimos meses do ano.

Os resultados do inquérito aos bancos dão assim conta de um cenário de relativa normalidade do mercado de crédito após o fim das moratórias bancárias, em 30 de setembro, para milhares de clientes.

O fim da medida não terá reflexos na política de risco e de crédito dos bancos, que deverão manter os critérios de concessão de crédito tanto ao setor empresarial como às famílias.

Tal como aconteceu durante o terceiro trimestre, em que também se mantiveram os critérios de financiamento “em todas as dimensões de empresas e maturidades dos empréstimos, assim como no crédito a particulares para habitação e para consumo e outros fins”, diz o Banco de Portugal.

Aliás, as grandes empresas até beneficiaram de melhores condições no acesso ao crédito no trimestre passado, nomeadamente através da “diminuição nos spreads dos empréstimos de risco médio, da ligeira diminuição nos spreads dos empréstimos de maior risco, da ligeira melhoria no que respeita ao montante do empréstimo”, assim como da maturidade dos contratos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banca antecipa aumento da procura de crédito por parte das PME

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião