Governo já pagou 10,3 milhões para pôr casas mais eficientes

  • ECO
  • 2 Novembro 2021

Fundo Ambiental já apoiou 2.636 candidaturas a janelas mais eficientes e 2.546 candidaturas a painéis fotovoltaicos.

O Fundo Ambiental já pagou 10,3 milhões de euros em apoios no âmbito do Programa de Apoio a Edifícios Mais Sustentáveis 2021. Este valor foi entregue a 6.272 beneficiários, ou seja, um aumento de 22% face ao último balanço feito pelo ministro do Ambiente ao ECO/Capital Verde.

O Ministério do Ambiente revela ainda que o montante já financiado “corresponde ao apoio a 2.636 candidaturas a janelas mais eficientes e 2.546 candidaturas a painéis fotovoltaicos, tipologias que reúnem mais de 70% das candidaturas ao Programa de Edifícios Mais Sustentáveis”.

Este programa que arrancou a 21 de junho já recebeu mais de 37 mil candidaturas, “das quais 283 estão em validação, 7.955 foram consideradas não elegíveis e 7.222 elegíveis”, precisa o ministério liderado por Matos Fernandes num comunicado enviado às redações.

Esta segunda fase do programa tem reservada uma dotação de 30 milhões de euros, provenientes do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), embora o PRR conte com 135 milhões de euros para aplicar, até 2025, na eficiência energética dos edifícios.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo já pagou 10,3 milhões para pôr casas mais eficientes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião