EDP adota trabalho presencial “voluntário” em dezembro

Novo modelo, para responder ao evoluir da pandemia, aplica-se a cerca de 70% dos colaboradores da elétrica em Portugal e entra em vigor já amanhã, 1 de dezembro.

A EDP irá adotar já a partir de amanhã, dia 1 de dezembro, até ao final do ano um regime de “trabalho presencial voluntário” para as funções que possam ser exercidas à distância. A medida da elétrica abrange cerca de 70% dos colaboradores em Portugal e surge depois da recomendação de teletrabalho feita pelo Governo, com caráter obrigatório na primeira semana de janeiro, para conter a propagação da Covid-19.

“Tendo em conta o contexto atual, a EDP preparou novas medidas de combate à pandemia. A partir de 1 de dezembro, será adotado o regime de trabalho presencial voluntário, para as funções compatíveis com o teletrabalho, com a criação de grupos rotativos”, adianta fonte oficial da empresa à Pessoas.

Desde 11 de outubro, com o regresso ao escritório, a elétrica tinha optado por um modelo híbrido, que conjugava de forma rotativa trabalho presencial com trabalho à distância, permitindo aos colaboradores, com funções compatíveis, realizarem até dois dias por semana em trabalho remoto.

Esse modelo abrangia aproximadamente 60% da força de trabalho global da empresa e cerca de 70% em Portugal, retratando a totalidade das funções compatíveis com trabalho remoto.

Agora os três dias presenciais na empresa, pelo menos durante dezembro, deixam de ser obrigatórios e passam a ser voluntários, mantendo-se os grupos rotativos.

Na primeira semana de janeiro a ordem é para ficar em casa. “O teletrabalho, de acordo com indicações do Governo, será obrigatório, sempre que as funções o permitam, entre 2 e 9 de janeiro de 2022.”

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EDP adota trabalho presencial “voluntário” em dezembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião