Nos e Vodafone avançam para teletrabalho em dezembro

Face à evolução da pandemia, as duas operadoras colocaram em pausa o modelo híbrido de trabalho. Trabalhadores têm opção de trabalhar de forma 100% remota a partir de 1 de dezembro.

A Nos e a Vodafone vão colocar em pausa o atual modelo híbrido de trabalho. A partir de 1 dezembro, os trabalhadores destas empresas podem exercer funções de forma 100% remota e a dona do Meo vai aplicar o teletrabalho sempre que possível. A decisão das operadoras surge depois de o aumento dos casos de Covid-19 ter levado o Governo a recomendar o teletrabalho até ao final do ano, com caráter obrigatório na primeira semana de janeiro.

Na Nos, a ordem é ir para casa. “A segurança e proteção das nossas pessoas tem sido, desde o primeiro momento, a nossa prioridade. A partir do dia 1 de dezembro deixa de vigorar o modelo de três dias fixos nos escritórios, que tínhamos em vigor desde outubro, e é introduzida a possibilidade de trabalho em remoto total para os colaboradores que o queiram adotar, com flexibilidade para os colaboradores se deslocarem ou trabalharem nos edifícios, sempre que pretendam ou tenham necessidade”, adianta fonte oficial da operadora à Pessoas. “Todas as restantes medidas de proteção nunca deixaram de estar em vigor, pelo que este modelo não implica alterações de fundo”, reforça.

“A Nos cumprirá integralmente a recomendação de teletrabalho obrigatório, para todas as funções em que tal seja possível, na semana de 2 a 9 de janeiro de 2022”, garante ainda a empresa.

“É entendimento da Nos que o Governo e as entidades de saúde são quem na verdade sabe se as medidas são suficientes”, acrescenta também a empresa liderada por Miguel Almeida quando instada a comentar as medidas de contenção anunciadas pelo Executivo.

O mesmo será feito pela Vodafone. A operadora liderada por Mário Vaz “acompanha a evolução da pandemia e seguirá naturalmente todas as recomendações do Governo e das autoridades de saúde nesta matéria”.

Desde finais de setembro a regressar ao escritório num modelo híbrido, a operadora decidiu colocar esse modelo em pausa, pelo menos para já. “Face à evolução epidemiológica e às novas medidas de controlo pandémico, a Vodafone decidiu acionar uma medida excecional ao seu modelo de trabalho híbrido, passando a ser possível aos colaboradores solicitarem o regime de exceção aos dois dias por semana de trabalho presencial, durante o mês de dezembro“, diz fonte oficial à Pessoas.

A dona do Meo irá aplicar o regime de teletrabalho sempre que possível. “A Altice Portugal encontra-se em contacto permanente com a Direção-Geral da Saúde, acompanhando as orientações e recomendações das entidades competentes e aplicando o regime de teletrabalho, sempre que este seja compatível com a atividade desempenhada dos seus colaboradores”, adianta fonte oficial da operadora.

“A empresa manterá o seu Plano de Contingência de forma a dar prioridade na defesa e proteção da empresa e dos seus colaboradores”, adiantou ainda fonte oficial da companhia ao ECO.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nos e Vodafone avançam para teletrabalho em dezembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião