Hoje nas notícias: hospitais privados, teletrabalho e FCP

  • ECO
  • 7 Dezembro 2021

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

As pessoas que beneficiam de seguros de saúde deverão sentir uma subida no preço das apólices em 2022. Provar subida dos gastos no teletrabalho dificulta a aplicação da nova lei, dizem os juristas. O Ministério Público encontrou emails que provam um esquema de negócios fictícios no FC Porto para beneficiar Pinto da Costa. O sheik do Dubai está em Portugal à procura de “concretizar múltiplas oportunidades de negócio benéficas para ambas as partes”. O CEO da Binance considera que as políticas fiscais em Portugal são “amigáveis”.

Hospitais privados estão a pressionar aumentos nos seguros de saúde

As pessoas que beneficiam de seguros de saúde deverão sentir uma subida no preço das apólices em 2022. Isto porque, face ao aumento dos custos na área da Saúde, desde as matérias-primas aos recursos humanos, os hospitais privados estão a pressionar as seguradoras a pagarem mais pelos atos praticados.

Leia a notícia completa no Jornal de Notícias (acesso pago)

Trabalhadores vão ter dificuldades em provar aumento de gastos no teletrabalho

O teletrabalho voltará a ser obrigatório na semana de 2 a 9 de janeiro, sendo que já estará em vigor a nova lei do teletrabalho que obriga as empresas a suportarem os gastos adicionais dos trabalhadores que trabalhem à distância. Contudo, os juristas antecipam dificuldades na aplicação das novas regras, nomeadamente quando o trabalhador tiver de provar junto do patrão que tem mais encargos com o teletrabalho.

Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado)

E-mails mostram negócios fictícios no FC Porto para desvio de dinheiro

O Ministério Público acredita que foram feitos pagamentos a uma empresa de Pedro Pinho e de Alexandre Pinto da Costa, como último beneficiário destes desvios, com recurso a contratos falsos e negócios fictícios, de acordo com os emails que foram apreendidos na investigação. O Ministério Público diz que o presidente do FC Porto, Pinto da Costa, é o principal beneficiário do desvio.

Leia a notícia completa no Correio da Manhã (acesso pago)

CEO da Binance considera políticas fiscais portuguesas “amigáveis”

O CEO daquela que é a maior plataforma de criptomoedas do mundo, Changpeng Zhao, está interessado em expandir a presença da Binance em Portugal. Ao Negócios, Changpeng Zhao revelou que a sua empresa contratou um “certo número de pessoas para formar uma equipa portuguesa”, considerando que o país “tem um mindset muito progressista, no que toca às cripto”. Além disso, considera as políticas fiscais nacionais “muito amigas” deste mercado e diz que a sua equipa destaca Portugal como um dos “melhores locais do mundo para inovação em cripto”.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago)

Sheik do Dubai procura empresas nacionais para investir

O sheik do Dubai e CEO do Grupo MBM, a holding de investimento da família real daquele emirado, está em Portugal à procura de “concretizar múltiplas oportunidades de negócio benéficas para ambas as partes”. Ao DN, Mohammed Bin Maktoum Bin Juma Al Maktoum revelou que, na visita a Lisboa e Porto, dará particular atenção a empresas dos setores têxtil, loiças, transportes, imobiliário e turismo. Por ocasião da Expo Dubai.

Leia a notícia completa no Diário de Notícias (acesso pago)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: hospitais privados, teletrabalho e FCP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião