Infraspeak levanta 10 milhões para “consolidar liderança europeia”. Quer reforçar “significativamente” equipa

A plataforma portuguesa de gestão inteligente de instalações prevê "reforçar significativamente a equipa até ao fim de 2022" e expandir para Alemanha, Áustria, Suíça (DACH) e França.

A Infraspeak levantou dez milhões de euros para “consolidar a sua liderança no mercado europeu”, numa ronda de investimento série A coliderada pela Indico Capital e pela Knight Capital, da Holanda, contando ainda com a participação dos atuais investidores Innovation Nest e Caixa Capital. A plataforma de gestão inteligente de instalações prevê “reforçar significativamente a equipa até ao fim de 2022” e expandir para Alemanha, Áustria, Suíça (DACH) e França.

“O futuro do software de gestão de instalações passa pela flexibilidade, inteligência e a integração, por forma a permitir a cada equipa adaptar o software às suas operações e permitir a capacidade para transformar, proativamente, os milhares de dados recolhidos por dia em ações, tanto para a gestão como para as equipas técnicas. Esta integração permite que as pessoas, processos, sensores e software comuniquem de maneira eficaz uns com os outros. A Infraspeak é a única plataforma que consolida todas as ferramentas operacionais e workflows numa única solução, e este é apenas o começo”, explica Felipe Ávila da Costa, cofundador e CEO da Infraspeak, citado em nota de imprensa.

Siemens, Mitsubishi Electric, Ale-hop, Engie, Penguin FM, IHG Hotels, Hilton Hotels e Keppel Data Centres são algumas das 500 empresas, gestores e prestadores de serviços, que utilizam a tecnologia da Infraspeak para gerir 50 mil edifícios nas áreas da hospitalidade, saúde, educação e transporte, entre muitas outras, presentes em 17 países, informa a startup.

A “digitalização de um setor que ainda depende de soluções ultrapassadas para operar foi a oportunidade que nos fez apoiar a Infraspeak desde o primeiro dia. A rápida adoção de soluções digitais, na pós-pandemia, pela indústria de gestão de instalações, agregada a um produto francamente único globalmente, dá-nos a segurança necessária para continuar a apoiar a empresa”, justifica Stephan Morais, presidente da Indico Capital, citado em nota de imprensa.

“A indústria de gestão de instalações representa um mercado extenso mas pouco explorado pelas startups tecnológicas. A Infraspeak, enquanto maior inovador europeu no ramo, conseguiu criar um sistema operativo que permite à indústria atuar sobre os seus objetivos de transformação e os seus objetivos de sustentabilidade (ESG), ao digitalizar a linha da frente do trabalho. Estamos muito satisfeitos em apoiar a empresa, e acreditamos num futuro em que o ecossistema da gestão de instalações colabora integralmente através da Infraspeak,” explica Arthur Nobel, diretor da Knight Capital, citado na mesma nota.

Com escritórios em Portugal, Reino Unido, Brasil e Espanha, a Infraspeak tem mais de 100 trabalhadores a nível mundial. Para esta nova fase, as prioridades são “contratar talento de topo (a empresa prevê reforçar significativamente a equipa até ao fim de 2022), aumentar a plataforma e consolidar a sua presença no mercado Europeu, através desta expansão para os mercados DACH e francês”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Infraspeak levanta 10 milhões para “consolidar liderança europeia”. Quer reforçar “significativamente” equipa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião