Infraspeak conclui ronda seed com investimento de três milhões de euros da Indico

Empresa do Porto que simplifica processos de gestão de operações conclui ronda seed de 4,6 milhões, depois de há um ano ter captado 1,6 milhões de euros.

A Infraspeak acaba de concluir uma ronda de financiamento seed iniciada em outubro do ano passado. Depois de ter levantado 1,6 milhões de euros em outubro de 2018, a startup portuense fechou nova ronda de financiamento, desta vez de três milhões de euros e levada a cabo pela Indico Capital Partners, totalizando 4,6 milhões de euros de investimento em fase seed.

Luís Martins e Felipe Ávila da Costa, fundadores da Infraspeak.

Fundada em 2015 por Felipe Ávila da Costa e Luís Martins, a Infraspeak criou uma solução de gestão de infraestruturas que automatiza, otimiza e simplifica os processos de gestão das operações de manutenção, limpeza, inspeções em infraestruturas complexas como hotéis, centros comerciais, hospitais e aeroportos. Nos últimos três anos, o negócio da empresa tem aumentado, ao nível de vendas, três dígitos por ano, informa em comunicado. Esta semana, Felipe Ávila da Costa comemorava, na sua página de Facebook, a contratação da 50.ª pessoa para a equipa da startup. “Com escritórios no Porto, em Londres, em Barcelona e em Florianópolis, e com trabalhadores remotos a partir de S. Paulo e Lisboa, a nossa equipa está a tornar-se mais internacional a cada mês, tendo já representadas oito nacionalidades diferentes”, escreveu o cofundador.

“Este investimento permitirá à empresa entrar em novos mercados, assim como acelerar o seu crescimento nos mercados em que já se encontra presente como Portugal, Brasil, Espanha, Estados Unidos e Reino Unido, onde já prestam serviço a mais de 25.000 instalações de clientes como os hotéis Intercontinental, Sheraton, Siemens, McDonalds, L’Oreal e Mitsubishi Electric, entre outros”, explica ainda.

“A procura por software de gestão de manutenção e infraestruturas está no nível mais alto de sempre, pelo que quanto mais rápido avançarmos para mais mercados, maior a probabilidade de atingirmos a nossa visão de sermos a solução de referência global deste setor”, refere Felipe Ávila da Costa, CEO da startup. Já Stephan Morais, managing general partner da Indico, acrescenta que foram dos primeiros investidores a acreditar “na equipa da Infraspeak juntamente com o acelerador americano 500 Startups” devido às suas “métricas impressionantes”, já nessa altura. “Vamos dar muito enfoque à continuação da construção de uma equipa experiente de vendas e marketing para alavancar o crescimento nesta próxima fase”, explica o responsável.

A Infraspeak torna-se assim a nona participada da Indico Capital Partners desde o lançamento do fundo, no início deste ano. Esta ronda torna-se a terceira maior do fundo de capital de risco, depois do investimento na berlinense Tier e na portuguesa Unbabel, que levantou a sua ronda Série C no final de setembro.

Comentários ({{ total }})

Infraspeak conclui ronda seed com investimento de três milhões de euros da Indico

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião