Estabelecimentos comerciais vão ter limites de lotação

O Governo decidiu impor limites na lotação dos estabelecimentos comerciais, anunciou o primeiro-ministro, após o Conselho de Ministros extraordinário desta terça-feira.

O Governo decidiu impor limites lotação aos estabelecimentos comerciais, anunciou o primeiro-ministro, após o Conselho de Ministros extraordinário desta terça-feira.

“Vamos impor a redução da lotação dos espaços comerciais para uma pessoa por cada cinco metros quadrados”, por forma a evitar ajuntamentos que “ocorrem muitas vezes” na semana “a seguir ao Natal para trocas de presentes”, afirmou António Costa.

Nesse sentido, o primeiro-ministro explica que esta imposição diz apenas respeito “aos estabelecimentos comerciais”, pelo que se excluem os restaurantes, bem como espetáculos e eventos de natureza desportiva. Esta medida já tinha sido adotada em fases anteriores da pandemia.

Face ao agravamento da pandemia, o Governo viu-se forçado a convocar um Conselho de Ministros extraordinário para esta terça-feira, para analisar novas medidas para controlar a transmissão da Covid-19. No domingo, o antigo diretor da DGS, André Peralta Santos, defendeu a aplicação de mais medidas para conter o vírus, nomeadamente a antecipação de encerramento dos bares e discotecas, bem como o encerramento de espetáculo e a imposição de limites à lotação de espaços públicos.

Além da imposição dos limites de lotação aos estabelecimentos comerciais, o Governo decidiu alargar a obrigatoriedade de apresentação de teste negativo à Covid (PCR ou teste rápido de antigénio) para entrar “nos estabelecimentos turísticos ou de alojamento local, nas cerimónias familiares, como batizados e casamentos, e também para eventos empresariais “, bem como para os espetáculos culturais e para todos os eventos desportivos (salvo indicação da DGS). Por forma a incentivar a testagem, o Executivo decidiu alargar de quatro para seis o número de testes comparticipados pelo Estado.

Além disso, foram antecipadas em uma semana as medidas que estavam previstas arrancar para a semana de contenção, pelo que o teletrabalho vai passar a ser obrigatório e as discotecas e bares vão encerrar já a partir das 00h00 de dia 25 de dezembro.

Por fim, há também medidas específicas para o período de Natal e de Ano Novo, que inclui a exigência de apresentação de teste à Covid para acesso a restaurantes, casinos e festas de passagem de ano, a proibição de ajuntamentos na via pública de mais de 10 pessoas na passagem de ano e a proibição de consumo de bebidas alcoólicas na via pública.

(Notícia atualizada pela última vez às 18h01)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Estabelecimentos comerciais vão ter limites de lotação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião