VdA contrata Assunção Cristas para a área de ambiente

A Vieira de Almeida integra Assunção Cristas como responsável pela área de prática de Ambiente e da Plataforma de Serviços Integrados ESG.

A Vieira de Almeida (VdA) integra Assunção Cristas como responsável pela área de prática de Ambiente e da Plataforma de Serviços Integrados ESG no próximo dia 1 de janeiro. Na qualidade de of counsel, Assunção Cristas vai liderar uma equipa transversal no apoio especializado na área do Ambiente, “reforçando a oferta de serviços jurídicos em múltiplos setores e em áreas em forte crescimento e transformação, como a área do mar”.

A ex-ministra da Agricultura será ainda responsável pela coordenação da Plataforma de Serviços Integrados ESG, criada para apoiar os clientes em assuntos relacionados com esta complexa temática e com a crescente regulação a que a se encontra sujeita, em termos especializados e focados no efetivo potencial de criação de valor.

“A incorporação das métricas ESG – Environmental, Social, Governance – constitui um fator determinante para a competitividade a longo prazo, e as preocupações que lhes estão subjacentes assumiram uma importância central no desenvolvimento económico e social das próximas décadas, com reflexo transversal nas estratégias da União Europeia e das políticas públicas dos seus Estados Membros”, refere a VdA em comunicado.

Para João Vieira de Almeida, managing partner da VdA, “ter a Assunção Cristas na equipa é um enorme orgulho e uma fonte de motivação para todos, pelo que significa de investimento estruturante no futuro, em áreas críticas para os nossos clientes. A VdA está empenhada no cumprimento dos objetivos definidos no plano estratégico Visão 21|25, e este é um passo chave desse processo. A Assunção Cristas aporta competências e experiência únicas para a VdA e partilha dos mesmos valores e visão a longo prazo, pelo que não tenho dúvidas de que a sua integração será um grande sucesso”.

“Tendo a VdA um foco claro na prioridade do compromisso com a sustentabilidade, e um posicionamento inovador, fator crítico para o apoio à transformação neste domínio, há uma identificação clara com os valores e a visão da firma. Abraçar esta área tão relevante para a construção de um presente e futuro mais sustentáveis é um enorme desafio, que muito me entusiasma. Integrar a equipa da VdA, numa altura em que o contexto regulatório está em profunda transformação, é especialmente interessante e muito me honra”, refere Assunção Cristas.

Assunção Cristas nasceu em 1974, em Luanda, é casada e mãe de quatro filhos. Integrou o Primeiro Curso de Doutoramento da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa (1997), onde se doutorou, em direito privado, com a tese – Transmissão Contratual do Direito de Crédito. Do caráter real do direito de crédito (Almedina, 2005). É professora da Nova School of Law desde então, desde 2008 como professora associada. É licenciada em direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (1997), onde foi monitora (95/96) e assistente estagiária (97-99), até optar por se dedicar exclusivamente à preparação do doutoramento na Nova, beneficiando de uma bolsa da FCT.

Foi Diretora do Gabinete de Política Legislativa e Planeamento do Ministério da Justiça (2002-2005). Entre o final e 2005 e o início de 2009, dedicou-se exclusivamente à academia. Para além da componente letiva e da investigação nacional e internacional, com participação em colóquios e publicação de textos, empenhou-se também na componente organizacional. Co-coordenou, nomeadamente, o SPEED (Seminário Permanente sobre o Estado e Estudo do Direito), integrou a Direção do CEDIS (Centro de Estudos em Direito e Sociedade) e dirigiu a UMAC (Unidade de Mediação e Acompanhamento de Conflitos de Consumo), organismo criado em ligação com a Direção-Geral do Consumidor. Foi co-autora de diversos pareceres sobre legislação na área do consumidor. Foi advogada consultora da Sociedade de Advogados Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva e Associados (2009-2011).

Entre setembro de 2009 e janeiro de 2020 exerceu diversas funções políticas a nível nacional (a partir de 2011, em exclusividade): foi Deputada (2009-2011 e 2015-2020); Ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território (2011-2013) e Ministra da Agricultura e do Mar (2013-2015) dos XX e XIX Governos; Presidente do partido político CDS-PP (2016-2020) Foi ainda vereadora sem pelouros atribuídos da Câmara Municipal de Lisboa(2017-2021). Em julho de 2019 publicou o livro Confiança. As mulheres, o poder e o país que ambicionamos para todos.

Regressada à Faculdade em 2020, assumiu a coordenação conjunta do Mestrado em Direito e Economia do Mar – A Governação do Mar, e retomou a atividade letiva no ano letivo 2020/2021. Ensina Introdução ao Direito e ao Pensamento Jurídico e Teoria da Norma na licenciatura em Direito e tem a seu cargo a disciplina de Ocean Policies no Mestrado em Direito e Economia do Mar. É diretora do NOVA Ocean, um knowledge centre criado em 2021 dedicado à investigação na área do mar.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

VdA contrata Assunção Cristas para a área de ambiente

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião