Siemens já emprega mais de 3.000 em Portugal. Tem 200 vagas

As equipas da Siemens Portugal foram reforçadas com mais 210 colaboradores em 2021 e a multinacional de origem alemã quer aumentar o contingente no país em 2022, abrindo já 200 vagas adicionais.

O grupo Siemens Portugal já conta com um total de 3.045 colaboradores e continua a querer reforçar a equipa durante este ano, tendo neste momento mais de 200 ofertas de emprego disponíveis no país.

“É com grande satisfação que se constata este aumento significativo de novos postos de trabalho, altamente qualificados, criados nas empresas do grupo, refletindo assim o crescimento das atividades em território nacional, mas sobretudo a exportação, num momento particularmente desafiante a nível global”, diz Pedro Pires de Miranda, presidente executivo da Siemens Portugal, citado em comunicado.

O colaborador número 3.000 é uma gestora de projeto na área das tecnologias de informação, sendo este o seu primeiro emprego. Integra a equipa do Global Business Service (GBS), o centro de serviços partilhados da empresa, que em Portugal conta com cerca de 900 especialistas e que, segundo a Siemens, está entre as 20 empresas de serviços partilhados mais admiradas do mundo em 2021.

Desde março de 2020, momento em que eclodiu a pandemia também em Portugal, entraram 423 novos colaboradores na Siemens. Só no ano passado, as equipas foram reforçadas com mais 210 pessoas. E a companhia quer ainda reforçar as equipas em 2022, publicitando duas centenas de vagas.

“Este crescimento em matéria de recursos humanos será feito através da expansão dos centros de competência e hubs de engenharia, dos laboratórios e dos centros tecnológicos que já operam nas diferentes instalações da empresa”, refere a Siemens.

“O objetivo de aumentar ainda mais a equipa faz parte da estratégia de crescimento sustentado da empresa para os próximos anos, com grande enfoque no incremento progressivo das exportações. E estamos numa posição única, porque Portugal é um país atrativo para trabalhar. Além dos trabalhadores portugueses temos 58 outras nacionalidades e são faladas 26 línguas na nossa empresa. Somos a filial da Siemens com mais estrangeiros a trabalhar localmente – uma autêntica ‘Nações Unidas’ da Siemens”, destaca Pedro Pires de Miranda.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Siemens já emprega mais de 3.000 em Portugal. Tem 200 vagas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião