Governo avalia criação de linha de crédito para setores mais afetados por preços do gás, diz Matos Fernandes

Os setores em causa serão o do vidro, cerâmica, têxtil e mais dois que o Ministério da Economia está a identificar, adiantou Matos Fernandes.

O ministro Matos Fernandes anunciou, após a reunião dos ministros do Ambiente da União Europeia, que “está em avaliação a criação de uma linha de crédito” para os setores mais afetados pela subida dos preços do gás, nomeadamente vidro, cerâmica, têxtil e mais dois que o Ministério da Economia está a identificar. Há também a possibilidade de apoios diretos ou benefícios fiscais.

São “várias as hipóteses a ser discutidas em cima da mesa”, aponta o ministro, em conferência de imprensa transmitida pelas televisões. Entre elas encontra-se a “possibilidade de apoios diretos aos setores mais afetados, bem como a possibilidade de haver algum benefício fiscal”, para no final do ano fiscal poder existir recuperação do aumento.

Além disso, está também em avaliação a “criação de uma linha de crédito para o setor do vidro, da cerâmica, têxtil e mais dois ou três que o Ministério da Economia está a identificar como aqueles que podem sofrer maior impacto”, adianta Matos Fernandes.

Desde que a Rússia, o principal exportador de gás natural da Europa, atacou militarmente a Ucrânia que o preço do gás natural tem subido de forma acentuada. O preço do gás natural TTF (Title Transfer Facility) para entrega em março subiu esta segunda-feira 26% para 115 euros por megawatt hora (MWh), num contexto de maior incerteza.

(Notícia atualizada às 18h42)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo avalia criação de linha de crédito para setores mais afetados por preços do gás, diz Matos Fernandes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião