Lidl investe cerca de 2 milhões na formação dos futuros 150 colaboradores da Madeira

O processo de recrutamento dos 150 colaboradores na região da Madeira arranca esta terça-feira. Lojas têm abertura prevista a partir de junho do próximo ano.

O Lidl vai investir cerca de 2 milhões de euros na formação dos 150 colaboradores que vai recrutar para as suas lojas na Madeira. Os supermercados, com abertura prevista a partir do segundo semestre de 2023, assinalam a entrada da cadeia alemã na região, num investimento de 100 milhões de euros. O recrutamento arranca esta terça-feira.

“O nosso compromisso com a Madeira é total. Neste sentido, é para nós prioritário recrutarmos localmente, dando aos madeirenses a oportunidade de se juntarem à ‘família Lidl’. O processo que iniciamos agora será faseado, e contará com a habitual formação, adaptada a cada cargo, que damos a todos os colaboradores que passam a fazer parte da família Lidl”, diz Maria Román, administradora de Recursos Humanos do Lidl.

A cadeia prepara-se para investir 100 milhões de euros na sua entrada na Madeira, cujas primeiras aberturas deverão ocorrer a partir de junho do próximo ano. As lojas — o número exato ainda não é conhecido — irão reforçar a rede de 269 que a cadeia tem de norte a sul do país.

O processo de recrutamento dos 150 colaboradores inicia-se esta terça-feira. A cadeia procura gestores de loja, adjuntos de gestores de loja, responsável de turno ou operadores.

Aposta em formação e benefícios

A cadeia vai investir cerca de 2 milhões de euros, em mais de 80.250 horas formação, em mais de 100 colaboradores. Estes terão “um contrato sem termo desde o primeiro dia e um salário que é revisto anualmente, valorizando assim a antiguidade na empresa”, destaca o Lidl.

No ano passado, a cadeia investiu globalmente em formação mais de “mais de 3 milhões de euros”, ou seja, “cerca de 400 euros por colaborador, o que significa um aumento de 86% face a 2020”, adiantou em dezembro Maria Román, à Pessoas.

Este ano o Lidl — o único retalhista alimentar em Portugal a receber a certificação de Top Employer atribuído pelo Top Employer Institute — decidiu aumentar em 12% o salário de entrada dos colaboradores, para 750 euros/brutos mensais e em mais de 3% a generalidade dos colaboradores. Globalmente, este ano a cadeia irá investir mais de 7,5 milhões de euros em aumentos salariais, dos quais mais de 80% se destinam a colaboradores das lojas e entrepostos.

O retalhista decidiu também aumentar a carga horária dos colaboradores, em regime de part-time, de “forma progressiva”. “Esta medida beneficiará cerca de 3.700 colaboradores, que desta forma irão usufruir de um aumento salarial de 24%, traduzindo-se num investimento adicional da empresa de cinco milhões de euros“, revelou em dezembro a administradora com o pelouro dos RH na cadeia de distribuição, em declarações à Pessoas.

Na cadeia 98% dos mais de 8.200 colaboradores tem contratos sem termo. “Todos os colaboradores Lidl, independentemente da sua carga horária ou contrato, usufruem de um seguro de saúde de referência com um valor de mercado de 440 euros, com extensão ao seu agregado familiar em condições muito vantajosas”, destaca a administradora de recursos humanos do retalhista.

A cadeia paga ainda um “subsídio de refeição de 7,63 euros/dia (o máximo legal permitido sem encargos para o colaborador) que representa mais 150 euros/mês por colaborador.” A cadeia oferece ainda um kit bebé, no valor de 123 euros, a todos os novos pais e mães.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lidl investe cerca de 2 milhões na formação dos futuros 150 colaboradores da Madeira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião