Banco de Fomento vai criar rating de sustentabilidade das empresas nacionais

O avaliador de sustentabilidade das empresas nacionais deverá estar disponível nas plataformas do Banco de Fomento, mas também do IAPMEI e Turismo de Portugal, anunciou Beatriz Freitas.

O Banco Português de Fomento vai criar um rating de sustentabilidade das empresas nacionais. Este avaliador deverá estar disponível no verão, anunciou a presidente executiva do Banco Português de Fomento.

“Estamos a implementar aquilo que queremos que seja no futuro o grande classificador de sustentabilidade das empresas portuguesas. Associámo-nos ao Turismo 360, que vai ser um selo de marca, e estamos a implementar um rating ESG que vai medir a sustentabilidade social e e-governance de todas as empresas que queiram ser nossas ‘clientes’”, explicou Beatriz Freitas, numa intervenção no #SCS22, que decorre esta quarta-feira em Coimbra.

A responsável explicou que o avaliador “vai ser comum ao BPF e ao Turismo de Portugal e ao IAPMEI”. “Esta uniformização vai permitir que este classificador nos consiga dar uma visão abrangente do que é a economia portuguesa e o estádio de maturidade em termos de sustentabilidade das empresas e ter uma uniformização daquilo que é a avaliação que os financiadores fazem”, precisou.

“Próximo do verão vamos abrir as nossas plataformas classificador”, avançou Beatriz Freitas, reconhecendo que não gosta de lhe chamar rating, por ter, para alguns, uma conotação negativa, “mas na verdade é um avaliador, um rating de sustentabilidade”.

Todos vão poder ver em que ponto estão, o que será “importante” para poderem dar o passo seguinte: aferir o que é necessário fazer para atingir um nível superior.

Esta iniciativa prende-se com a missão do Banco de Fomento de ser um banco verde, que apoia investimentos necessários ao esforço de descarbonização da economia e ao combate às alterações climáticas. “Está no nosso ADN”, lembrou a CEO da instituição.

O primeiro rating ESG foi criado pela Caixa Geral de Depósitos com o objetivo de “apoiar as empresas no processo de transição para uma economia mais verde e mais inclusiva, fornecendo inputs para melhorem o seu Rating ESG, de modo a reorientarem os fluxos de capital para estratégias de financiamento sustentável, assegurando a maximização de valor para os diversos stakeholders”.

(Notícia atualizada com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banco de Fomento vai criar rating de sustentabilidade das empresas nacionais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião