Miio de Aveiro liga-se a 55 mil carregadores em França

Aplicação móvel para facilitar carregamentos de veículos elétricos entra no terceiro mercado menos de um mês depois de chegar a Espanha.

A aplicação para carregamento de carros elétricos Miio está disponível em França a partir desta segunda-feira. A solução nascida em Aveiro poderá ser utilizada em 55 mil postos de carga neste país, graças à conexão às plataformas de roaming europeias. A entrada neste mercado surge menos de um mês depois da chegada a Espanha.

“Com esta expansão, o nosso grande objetivo é o de simplificar a mobilidade elétrica para cada vez mais utilizadores. Conseguimos cobrir a maior parte do território francês, eliminando assim mais um entrave à transição energética na mobilidade. Queremos que a mobilidade elétrica seja tão ou mais prática e conveniente como a tradicional“, salienta a líder e cofundadora da Miio, Daniela Simões.

Para utilizar a aplicação, é necessário dirigir-se a um posto com o seu veículo elétrico. No local, depois de selecionar o posto e a tomada que quer usar, tem de clicar em “iniciar”.

Atualmente com 19 trabalhadores, a Miio “está a contratar novos recursos para apoiar o seu crescimento e internacionalização”. Contudo, não são indicadas metas de recrutamento, apesar das perguntas enviadas pelo ECO.

Nascida em 2018 em Aveiro, a empresa já conta com mais de 88 mil utilizadores só no mercado português.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Miio de Aveiro liga-se a 55 mil carregadores em França

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião