“O investimento estrangeiro é exigente, cria riqueza, ajuda a combater a burocracia. Precisamos de mais!”premium

O managing partner da SLCM, Luís Cortes Martins, critica a atuação do chefe de Governo, António Costa, na gestão da pandemia. E aponta o que é a falta crónica de capital do país.

No ano em que a Serra Lopes, Cortes Martins comemora 60 anos, a Advocatusfoi falar com o managing partner, Luís Cortes Martins. Numa entrevista que vai muito além do mercado da advocacia, o advogado critica a atuação do chefe de Governo, António Costa, na gestão da pandemiae assume que Portugal tem uma falta de capital crónicae que isso levará a que algumas empresas que ainda aqui estão acabem detidas por estrangeiros. Fala ainda do escritório que gere, sublinhando que estão em muitas das operações mais importantes, da litigância mais relevante, ainda que assuma que não têm a dimensão numérica dos maiores escritórios. Entrámos numa nova fase de confinamento, o que pode vir a acontecer a Portugal com mais uma paragem destas na economia? Parece evidente que vamos atrasar a recuperação

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos