Seis membros do Conselho Geral da Ordem dos Advogados apresentam pedido de renúncia

Em causa está a falta de apoio da Ordem aos advogados que têm vindo a ter sucessivas quebras de rendimento devido à pandemia, avançou o JN.

O Conselho Geral da Ordem dos Advogados (OA) tem a equipa a diminuir com a renúncia de mandato de seis membros na passada quinta-feira. Segundo avançou o Jornal de Notícias, as demissões apresentadas foram do vice-presidente Rui da Silva Leal e de cinco vogais Pedro Reis, Tânia Lima da Mota, Paulo Pita Soares, José Rodrigues Lourenço e Madalena Alves Pereira.

Em causa está um protesto contra a liderança do bastonário da OA, Luís Menezes Leitão, sendo um dos motivos apontados a falta de apoio da OA aos advogados que têm vindo a ter sucessivas quebras de rendimento devido à pandemia, aponta o JN.

Os seis membros em causa já terão enviado uma carta conjunta ao Conselho Superior da Ordem, que terá de se pronunciar sobre os pedidos de renúncia, referindo as razões para a tomada de decisão.

Com a saída destes seis membros, o Conselho Geral aumenta o número de “baixas” no órgão, uma vez que recentemente perderam dois.

À Advocatus, fonte próxima da OA explicou que a situação está a ser resolvida e que já existem membros substitutos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Seis membros do Conselho Geral da Ordem dos Advogados apresentam pedido de renúncia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião