Paulo Saragoça da Matta: “Só para ignorantes a absolvição deve ser a exceção”premium

Paulo Saragoça da Matta aponta o dedo ao 'copy paste' de algumas decisões judiciais do Ticão e considera que o segredo de justiça é uma das maiores hipocrisias do regime.

Um dos advogados mais mediáticos da praça tem em mãos defesas de arguidos como Joe Berardo, Isabel dos Santos (pós-Luanda Leaks e o Benfica) dá uma entrevista à Advocatus. Num tom assertivo, Paulo Saragoça da Matta não poupa críticas à Justiça: aponta o dedo ao 'copy paste' de algumas decisões judiciais do Ticão, defende que a magistratura é pouco escrutinada por ser corporativista, e considera que o segredo de justiça é uma das maiores hipocrisias do regime. Defende ainda que a detenção é “abusivamente confirmada e validada”e acusa “quem manda” na magistratura de falta de bom senso. Respeita-se os direitos humanos em Portugal? Genericamente diria que sim. Porém, como escreveu Tocqueville, “Quanto menos um mal existe, mais custa a suportar o que dele resta”. Daí ser insuportável

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos