A eletricidade renovável no centro da descarbonização

  • Pedro Amaral Jorge
  • 6 Outubro 2020

A Associação Portuguesa de Energias Renováveis promove mais uma edição da sua conferência anual dedicada ao setor das Energia Renováveis

Num ano em que este setor tem sido central na atualidade política e se posiciona como um dos motores da recuperação económica Portuguesa, o Portugal Renewable Energy Summit promete abordar todos os temas importantes já nos próximos dias 06 e 07 de outubro, em modelo totalmente digital e com emissão a partir da Culturgest, em Lisboa.

A edição deste ano é dedicada ao tema “A eletricidade renovável no centro da descarbonização” e contará com a participação de especialistas nacionais e internacionais do setor. Em discussão estarão temas como o Green Deal Europeu, a Estratégia de Hidrogénio Verde, os principais desafios do setor das energias renováveis em Portugal e na Península Ibérica, entre outros.

A conferência anual da APREN tem como objetivo, não só promover o debate dos temas mais importantes do setor por parte dos principais stakeholders da área, como também promover a literacia energética e o conhecimento mais profundo desta área tão importante para o futuro e que tanto tem dado que falar nos últimos tempos junto do público. A importância da literacia energética é aliás um dos principais objetivos da APREN enquanto associação, promovendo as vantagens das renováveis e a sua inevitabilidade num mundo que se quer cada vez menos descarbonizado e mais saudável ambientalmente.

De forma a conseguir abarcar todos os temas da Eletricidade Renovável, a APREN deu mais meio dia à conferência, que começa por fazer um ponto de situação a nível europeu com vários altos responsáveis. Ainda a nível europeu, ouviremos dois eurodeputados portugueses que darão uma visão sobre o papel do Green Deal na recuperação económica.

Ouvimos depois responsáveis ibéricos para auscultar as vantagens e os desafios que o mercado de eletricidade ibérico enfrentará nos próximos tempos, em dois painéis distintos. Existirá também um painel sobre a concretização do Plano Nacional de Energia e Clima, com os principais stakeholders da área, que falarão também dos problemas de acesso à rede.

Teremos também um painel que sublinhará a importância da pequena escala e de outros modelos de negócio igualmente importantes para a descarbonização da economia Portuguesa, com a presença de representantes de vários players do nosso tecido empresarial. O tema do momento das Renováveis, o Hidrogénio, terá um painel dedicado (um dos de maior duração de todo o certame) onde conheceremos os detalhes desta aposta que a que o governo Português, seguindo as diretrizes estabelecidas pela União Europeia, dá importância central no seu plano de recuperação económica pós-pandemia.

Haverá ainda tempo para um painel com os CEOs de várias empresas energéticas para discutir os desafios que o mercado de eletricidade renovável atravessa e eventuais soluções à altura.

  • Pedro Amaral Jorge
  • Presidente da APREN

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

A eletricidade renovável no centro da descarbonização

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião