PIB: ISEG otimista para o quarto trimestre

A meta revista do crescimento económico de 1,2%, apesar de inferior à da inscrita no OE2016, está perto de ser alcançada. Os economistas do ISEG revelam otimismo para o quarto trimestre.

O crescimento económico verificado no terceiro trimestre é para manter. Na síntese de conjuntura de dezembro, os economistas do ISEG preveem que, segundo a informação parcial já obtida, o crescimento homólogo do PIB vai manter-se no quarto trimestre de 2016. No entanto, o contributo da procura externa vai ser menos positivo, compensado pelo contributo do crescimento da procura interna.

Os economistas do Instituto Superior de Economia e Gestão estão otimistas quanto à evolução da economia nos últimos três meses do ano. Apesar de manter a previsão da evolução homóloga do PIB no intervalo 1,2% – 1,3%, a síntese de conjuntura deste mês revela que a aceleração do terceiro trimestre — para surpresa de alguns economistas — vai ter continuidade no quarto trimestre.

Numa nota de rodapé, os economistas mostram, no entanto, cautela no aumento do PIB em cadeia: “Note-se que tal significa que o crescimento em relação ao 3º trimestre será da ordem dos 0,3% ou 0,4%, inferior aos 0,8% do trimestre anterior”.

“Em síntese, apesar de muito parcial, a informação relativa ao 4º trimestre não põe em causa que o crescimento homólogo do PIB nesse trimestre se possa manter ao nível do registado no 3º trimestre, com base num maior crescimento da procura interna e num papel menos positivo da procura externa líquida”, escrevem os economistas do ISEG. A evolução no quarto trimestre será assim justificada pelo crescimento do consumo e não por uma contribuição ainda mais positiva das exportações.

A síntese de conjuntura revela ainda mais informação para sustentar a tese de que o quarto trimestre manterá o crescimento homólogo do PIB: “A evolução dos indicadores de confiança em outubro e novembro e os primeiros dados quantitativos relativos ao 4º trimestre (quase exclusivamente, outubro) sugerem que o crescimento homólogo do PIB não estará a decrescer em relação ao registado no 3º trimestre”.

iseg economistas
Fonte: ISEG

 

Além disso, a análise do ISEG em relação ao crescimento económico do terceiro trimestre confirma que o contributo da procura turística externa foi determinante, apesar de deixar um aviso para futuro: “O diferencial de crescimentos foi particularmente relevante na componente dos serviços, refletindo o crescimento da procura turística externa. Parece pouco provável, contudo, a manutenção no futuro de um contributo da PEL desta dimensão para o crescimento do PIB”.

A síntese de conjuntura deste mês foi elaborada com informação disponível até 15 de dezembro.

Editado por Paulo Moutinho

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PIB: ISEG otimista para o quarto trimestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião