Como os empreendedores estão a mudar o mundo

  • Leonor Rodrigues
  • 22 Dezembro 2016

Os jovens empresários criam startups de sucesso e, muitas vezes, ainda são vistos como irresponsáveis. Mas são eles que estão a agitar o mundo empresarial com a sua criatividade e novas ideias.

Os novos empreendedores são, muitas vezes, vistos como loucos por abraçarem os riscos que muitos empresários evitam e por alterarem os processos considerados “normais” na sociedade. Mas estas características são tudo menos negativas.

Os criadores das startups estão a alterar paradigmas: a criar um novo modelo e crescimento de negócios. Estes empresários são altamente qualificados, provenientes de áreas como a tecnologia, finanças e consultoria, e jovens entre os 20 e os 30 anos de idade. E de que forma é que eles estão a alterar paradigmas, pergunta o leitor. Precisamente porque não se regem pelas “regras”. Caracterizam-se por serem criativos e corajosos, com a energia necessária que permite desafiar o tradicional.

Os empreendedores têm uma visão clara do que pretendem e objetivos sólidos e, muitas vezes, não se contentam com uma startup. Outra característica destes novos empresários é o facto de quererem estar constantemente a inovar e a ter novas ideias de negócios, criando sucessivas pequenas empresas. E não é fácil criar um negócio (ainda menos com poucos recursos financeiros): é necessário fazer sacrifícios em prol do sucesso, estar preparado para encontrar dificuldades a qualquer momento e enfrentar riscos. É por isso que quem o faz deve ser valorizado. E não se pense que os erros são algo negativo. Pelo contrário, a ausência de erros é, na maior parte das vezes, sinónimo de carência de risco e inovação.

O facto de os empreendedores serem, na sua maioria, jovens faz com que contratem outros jovens — mais uma característica positiva e relacionada com o sucesso das startups. Os mais jovens estão abertos a novas ideias e têm, naturalmente, mais energia. O ideal numa startup é conjugar jovens com ideias inovadoras com profissionais com experiência. Como tudo na vida, o equilíbrio é sempre o mais desejável.

Assim, uma startup é, ao contrário de empresas mais consolidadas no mercado, uma organização que floresce e vai crescendo, inovando e sem aversões ao risco. E é normal que não se consigam atingir todos os objetivos à primeira ou no momento em que se ambiciona. Mas são as dificuldades e a reação rápida aos problemas que constituem o caminho para o sucesso. A perfeição é, muitas das vezes, inimigo do progresso, como refere o The Guardian. Sim, os empreendedores dos dias de hoje são irreverentes. Mas são eles que estão a mudar o mundo e a economia em todo o mundo.

Editado por Mariana de Araújo Barbosa (mariana.barbosa@eco.pt)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Como os empreendedores estão a mudar o mundo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião