Governo decreta três dias de luto nacional

A partir de Nova Deli, Índia, António Costa declarou três dias de luto nacional. O primeiro-ministro não vai marcar presença no funeral de Mário Soares.

A partir de Nova Deli, na Índia, o primeiro-ministro português, António Costa, decretou três dias de luto nacional, adiantando que o funeral de Mário Soares vai merecer honras de funeral de Estado.

Perdemos hoje o rosto e voz da nossa liberdade”, começou por dizer António Costa. “Mário Soares bateu-se pela liberdade contra a ditadura e sofreu com a prisão. E continuou a bater-se pela liberdade já após o fim da ditadura. Devemos-lhe o fim do colonialismo e a oção europeia”, referiu.

“Estamos eternamente gratos. É a perda de alguém insubstituível”, disse ainda António Costa, que não vai marcar presença no funeral de Mário Soares por se encontrar em visita oficial de Estado à Índia.

Mário Soares morreu este sábado no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, aos 92 anos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo decreta três dias de luto nacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião