Pharol sobe 10%. PSI-20 acompanha subida, mas por pouco

O PSI-20 escapou à influência negativa das bolsas europeias que fecharam em terreno negativo. A Pharol e a Mota Engil deram um impulso que compensou a queda da Corticeira Amorim, EDP e Galp.

As subidas da Pharol, da Mota Engil, do BCP e dos CTT foram suficientes para travar uma nova descida da praça lisboeta. As descidas da EDP, Galp, Jerónimo Martins e Corticeira Amorim penalizaram o PSI-20 esta terça-feira, levando a bolsa para a linha de água, ainda que positiva. Lisboa contrariou por pouco a desvalorização das bolsas europeias com o Stoxx 600 a fechar em terreno negativo.

A Pharol subiu 10% esta terça-feira atingido os 36,3 cêntimos por ação. Este resultado acontece no dia em que o Ministério Público do Rio de Janeiro decidiu que a recuperação judicial da Oi, onde a Pharol detém uma participação de cerca de 27%, terá apenas um administrador. A escolha recaiu no Escritório de Advocacia Arnoldo Wald. Esta subida da Pharol salvou o PSI-20 do terreno negativo: a praça lisboeta subiu 0,06% para 4.966,73 pontos.

A Mota Engil, que começou esta terça-feira a cair quase 2%, deu a voltar por cima e subiu 3,22% para os 2,18 euros por título. A acompanhar as subidas no índice lisboeta estiveram o BCP (0,11% para os 18,01 cêntimos) e os CTT (0,89% para os 5,09 euros). Contudo, foram várias as empresas que penalizaram o PSI-20 esta terça-feira.

A Corticeira Amorim liderou as perdas com uma queda de 1,58% para os 10,59 euros por título. A EDP (-0,5% para os 3,16 euros), a Galp (-0,24% para os 14,53 euros) e a Jerónimo Martins (-0,51% para os 16,67 euros) contribuíram também para aproveitar a praça lisboeta das suas pares europeias. Apesar disso, o PSI-20 ficou na linha de água e escapou à descida verificada praticamente em toda a Europa. O Stoxx 600 caiu 0,01%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pharol sobe 10%. PSI-20 acompanha subida, mas por pouco

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião