Ministério Público recolhe “elementos” sobre viagens pagas pela Huawei

  • ECO
  • 1 Agosto 2017

A Procuradoria-Geral da República confirmou que está a "recolher elementos" acerca das viagens pagas pela Huawei a políticos.

O Ministério Público está a investigar as viagens pagas pela empresa chinesa Huawei a detentores de cargos políticos, bem como ajustes diretos milionários realizados por juntas de freguesia geridas pelo PSD. A informação foi avançada pelo jornal Observador e confirmada pelo ECO.

“O Ministério Público encontra-se a recolher elementos com vista à análise sobre eventual providência a tomar no âmbito das competências do Ministério Público”, disse fonte oficial da Procuradoria-Geral da República ao ECO.

A tecnológica Huawei terá pago inteiramente viagens a nomes ligados ao PSD, como avançou o jornal Observador. Entre eles, Sérgio Azevedo (deputado e vice-presidente da bancada do PSD), Ângelo Pereira (vereador do PSD na autarquia de Oeiras) e Luís Newton, presidente da junta de freguesia da Estrela. A viagem foi realizada à China em fevereiro de 2016, antes mesmo da polémica das viagens pagas pela Galp ao europeu de futebol.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ministério Público recolhe “elementos” sobre viagens pagas pela Huawei

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião