Alberto Ramos, ex-Barclays, à frente do Bankinter Portugal

  • ECO
  • 6 Setembro 2017

Alberto Ramos foi o escolhido para substituir Carlos Brandão à frente do Bankinter Portugal. O gestor era até agora director da banca comercial e membro da comissão executiva da sucursal portuguesa.

O Bankinter tem um novo diretor-geral. O banco foi buscar Alberto Ramos, diretor da banca comercial do Bankinter desde abril do ano passado, para ocupar este lugar deixado livre por Carlos Brandão. Uma saída que aconteceu depois de o banco espanhol ter adquirido o negócio de retalho ao Barclays por 86 milhões de euros.

“Alberto Ramos, até agora diretor da banca comercial e membro da comissão executiva da sucursal portuguesa do Bankinter, passará a exercer a direção do negócio e equipas do Bankinter Portugal”, refere a instituição financeira. O gestor fez parte da equipa do Banco Espírito Santo durante 12 anos, passando depois a integrar o Barclays Bank Portugal.

"Alberto Ramos, até agora diretor da banca comercial e membro da comissão executiva da sucursal portuguesa do Bankinter, passará a exercer a direção do negócio e equipas do Bankinter Portugal.”

Bankinter Portugal

O gestor vem agora substituir Carlos Brandão, que abandonou o cargo de presidente executivo do Bankinter em Portugal em junho para “abraçar novos projetos profissionais”. A saída aconteceu cerca de um ano depois de o banco espanhol ter adquirido o negócio de retalho ao Barclays por 86 milhões de euros. De resto, o gestor já liderava o Barclays em Portugal antes de o Bankinter ter ficado com as operações do banco britânico no país.

Depois da saída de Carlos Brandão, o Bankinter optou por nomear Fernando Moreno, diretor-geral da banca comercial do grupo espanhol, como novo presidente executivo em Portugal, por tempo indeterminado. Agora, Alberto Ramos ocupará este cargo. “O Grupo Bankinter considera que esta nomeação ajudará a fomentar o seu negócio em Portugal e a consolidar a sua marca neste mercado”, salienta o banco.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Alberto Ramos, ex-Barclays, à frente do Bankinter Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião