Morais Leitão discute o futuro das sociedades em Londres

  • ADVOCATUS
  • 9 Novembro 2017

Nuno Galvão Teles, managing parter da MLGTS integra a comissão organizadora da conferência organizada pela International Bar Association, a realizar-se nos dias 16 e 17 de novembro.

A IBA (International Bar Association) está a organizar a conferência “Building the Law Firm of the Future” para os dias 16 e 17 de novembro em Londres. Na comissão organizadora está Nuno Galvão Teles, managing partner da MLGTS. As entradas para o evento, onde sociedades reputadas e académicos e empresas ligadas ao setor marcam presença, já esgotaram.

Em cima da mesa estarão temas como o futuro das sociedades de advogados, caminhos e expectativas desde estratégias de inovação e ate às novas tecnologias. Serão analisados os impactos desde a implementação de inteligência artificial até à organização física dos escritórios.

“Esta conferência é uma excelente oportunidade para conversarmos sobre as opções com que nos confrontamos, independentemente das jurisdições em que operamos”, afirma Nuno Galvão Teles. O managing partner da Morais Leitão demonstra “entusiasmo”, numa conferência onde se tentará “prever o que serão as sociedades de advogados daqui a dez anos”. “O mercado jurídico tem evoluído de forma extraordinária, e acompanhar essa evolução é o desafio fundamental para qualquer managing board de hoje”, conclui.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Morais Leitão discute o futuro das sociedades em Londres

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião