Caixa cumpre “com significativa margem” rácios mínimos exigidos pelo BCE

Banco público garante que cumpre com "significativa margem" os requisitos mínimos de capital exigidos pelo BCE.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) anunciou esta quinta-feira que já cumpre os requisitos mínimos de capital exigidos pelo Banco Central Europeu (BCE). E cumpre-os com “significativa margem”, sublinha o banco público.

“Considerando os rácios da CGD em 30 de setembro de 2017, são já cumpridos, com uma significativa margem, todos os novos rácios mínimos exigidos em matéria de CET1 (Common Equity Tier 1), Tier 1 e rácio total”, adianta o banco liderado por Paulo Macedo em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O que acontece é que o BCE define os fundos próprios mínimos que os bancos têm de cumprir em cada ano em função do perfil de risco, no âmbito da avaliação individual que faz a cada instituição financeira que supervisiona — o chamado SREP, supervisory review and evaluation process.

O banco público registava em setembro um rácio CET1 phase-in (em implementação) de 13%, bastante acima do mínimo exigido pelo BCE para 2018, de 8,875%. O rácio Tier 1 situou-se nos 14%, acima da exigência de 10,375% do banco central. O rácio total situou-se nos 14,7%, ficando mais de dois pontos acima do mínimo exigido, de 12,375%.

O banco liderado por Paulo Macedo destaca a redução do requisitos de Pilar 2 — que diz respeito a variáveis de apetite pelo risco e cumprimento de regras de compliance — em 0,25 pontos percentuais face a 2017. Em 2018 essa exigência situa-se nos 2,25%, o mesmo que é pedido ao BPI e ao BCP, dois bancos que também já informaram o mercado que todos os requisitos do BCE para 2018 estão cumpridos.

No caso do BCP, o banco anunciou esta quinta-feira que apresentava no final de setembro um rácio CET1 de 13,2% (phased-in). No BPI, este rácio que mostra a solidez financeira de uma instituição financeira estava nos 12,5% (phased-in).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Caixa cumpre “com significativa margem” rácios mínimos exigidos pelo BCE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião