Equipa da FDUL patrocinada pela MLGTS vence Final Regional do European Law Moot Court

A equipa da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, apoiada pela Morais Leitão venceu a Final Regional do European Law Moot Court que decorreu de 8 a 11 de Fevereiro em Belgrado.

A equipa da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, apoiada pela Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados (MLGTS), venceu a Final Regional do European Law Moot Court que decorreu de 8 a 11 de Fevereiro em Belgrado. Foi a primeira vez, nesta competição que conta já 29 anos, que uma equipa portuguesa venceu uma Final Regional e se qualificou para a Grande Final Europeia.

Composta pelos alunos Ana Sofia Rolim, Carolina Batista, David Noel Brito e Vasco Costa Santos, a equipa bateu a equipa da Universidade da Haia numa final que foi julgada por dez advogados e académicos especialistas em Direito da União Europeia e Direito da Contratação Pública. Ao longo da competição, a equipa defrontou equipas de outras dez prestigiadas universidades europeias, entre as quais Heidelberga, Paris II, Helsínquia, Turim, Edimburgo, Lucerna ou Bruxelas. A equipa foi treinada por Tiago Fidalgo de Freitas e Rui Tavares Lanceiro.

Esta vitória dá à equipa da Faculdade acesso à Grande Final Europeia, que terá lugar no Tribunal de Justiça da União Europeia, no Luxemburgo, perante juízes e advogados-gerais do mesmo tribunal, a disputar a 13 de abril com outras três equipas de Universidades europeias apuradas nas restantes semifinais.

Para este resultado, a equipa contou com o apoio institucional da MLGTS, e em particular com a participação de Ana Robin de Andrade e José Azevedo Moreira, ambos advogados da equipa de Direito Administrativo e Contratação Pública da MLGTS, no treino da equipa.

Comentários ({{ total }})

Equipa da FDUL patrocinada pela MLGTS vence Final Regional do European Law Moot Court

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião