José Pedro Aguiar-Branco distinguido com Medalha de Honra

José Pedro Aguiar-Branco recebeu a condecoração atribuída pela Ordem dos Advogados, por ocasião da celebração do Dia do Advogado, em Lagoa.

O sócio fundador da JPAB, José Pedro Aguiar Branco, foi galardoado com a Medalha de Honra da Ordem dos Advogados Portuguesa, durante a cerimónia solene do Dia do Advogado, que decorreu no dia 19 de Maio, no Convento de S. José, em Lagoa.

A Ordem dos Advogados portuguesa atribuiu a Medalha de Honra ao Sócio Fundador da JPAB-José Pedro Aguiar Branco Advogados, como forma de assinalar o seu percurso profissional e cívico enquanto Advogado e cidadão, pelo facto de ter contribuído de forma relevante para a dignidade da advocacia Portuguesa e para o prestígio da Ordem dos Advogados nacional. Esta distinção foi entregue pelo Bastonário da Ordem dos Advogados, Guilherme Figueiredo.

Este galardão destina-se a reconhecer os advogados que, pelo seu mérito e modo de exercício da profissão, tenham contribuído relevantemente para a dignidade e prestígio da advocacia, ou que, pelo exercício empenhado de funções ao serviço da Ordem dos Advogados portugueses, nomeadamente no âmbito dos seus órgãos, tenham contribuído para o reforço e prestígio da Ordem e, bem assim, a distinguir os cidadãos nacionais e estrangeiros que tenham prestado serviços relevantes na defesa do Estado de direito ou à advocacia.

Com uma atividade profissional de três décadas, José Pedro Aguiar-Branco detém vasta experiência enquanto advogado e jurisconsulto, em matérias especialmente focadas em direito societário e civil. Atualmente, é coordenador da área de prática de arbitragem e mediação na JPAB. De salientar que recentemente, José Pedro Aguiar-Branco foi nomeado Best Lawyers Advisory Board Member, pelo prestigiado directório americano Best Lawyers.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

José Pedro Aguiar-Branco distinguido com Medalha de Honra

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião