BCP só deve pagar dividendos em 2020, diz o BPI

  • Rita Atalaia
  • 19 Junho 2018

O banco ainda liderado por Nuno Amado prevê começar a pagar dividendos já no próximo ano. Contudo, os analistas do BCP não estão tão otimistas. Retorno só deve chegar no ano seguinte.

O BCP só deve começar a pagar dividendos em 2020. Esta é a previsão dos analistas do BPI, que se mostram menos otimistas do que a administração ainda liderada por Nuno Amado. Na apresentação dos resultados, a instituição financeira afirmou que prevê começar a distribuir dividendos já no próximo ano, respondendo ao pedido do seu segundo maior acionista, a Sonangol, que quer começar a ver o retorno do seu investimento.

Em relação aos dividendos, prevemos que o BCP comece a pagar com base nos resultados de 2019“, afirmam os analistas do BPI numa nota a que o ECO teve acesso. Ou seja, a administração do banco deverá começar a pagar dividendos em 2020.

"Em relação aos dividendos, prevemos que o BCP comece a pagar com base nos resultados de 2019.”

Analistas do BPI

Esta previsão não vai ao encontro do que foi projetado pelo banco. Na conference call sobre os resultados trimestrais, o CFO do BCP afirmou que prevê começar a distribuir dividendos já no próximo ano. “Neste momento, estamos a aproximarmo-nos de um rácio de capital CET de 12% (…) estamos a gerar capital orgânico e o que faz sentido é que distribuamos esse capital aos acionistas”, disse Miguel Bragança em resposta às questões dos analistas e investidores.

“Com base na informação atual, pensamos que até ao final deste ano devemos estar em condições de começar a distribuir dividendos, referiu o administrador financeiro.

Esta projeção deve agradar mais aos acionistas do que a estimativa dos analistas do BPI. Isto depois de a Sonangol, o segundo maior acionista do banco liderado por Nuno Amado, ter afirmado que espera que o banco dê um salto e alcance resultados “melhores e maiores” de maneira a começar a devolver dividendos aos investidores. “Seria muito bom. Até se fosse este ano”, referiu Carlos Saturnino após a assembleia-geral de acionistas onde foi aprovada a nova administração liderada por Miguel Maya.

O BCP está a cair na sessão desta terça-feira, com os títulos a recuarem 0,57% para 26,35 cêntimos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCP só deve pagar dividendos em 2020, diz o BPI

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião