Católica Global School of Law tem melhor mestrado

A Católica Global School of Law, da Universidade Católica Portuguesa é mais uma vez distinguida pela qualidade dos seus programas LL.M. (Master of Laws).

A Católica Global School of Law, da Universidade Católica Portuguesa é mais uma vez distinguida pela qualidade dos seus programas LL.M. (Master of Laws), cada vez mais procurados por estudantes e profissionais de todo o mundo, tendo subido duas posições no ranking internacional em Direito da Eduniversal face ao ano anterior.

O LL.M. “Law in a European and Global Context”, destinado a recém-licenciados que ambicionam iniciar carreiras jurídicas internacionais, subiu da 14ª posição em 2017 para a 12ª posição no ranking este ano, colocando-o à frente de outros programas de direito de prestigiadas escolas portuguesas e estrangeiras, na Europa Ocidental.

Além do LL.M. “Law in a European and Global Context”, a Católica Global School of Law coloca outro mestrado no ranking dos melhores da Europa Ocidental, o“Advanced LL.M. em “International Business Law”, destinado a juristas com experiência profissional, que ocupa o 29º lugar.

O “Advanced LL.M. em “International Business Law” proporciona o acesso a formação necessária a quem pretenda assessorar empresas que operam no mercado internacional ou instituições financeiras multinacionais.

Para Gonçalo Matias, Diretor da Global School of Law, “a presença destacada da nossa oferta formativa nesta seleção de programas reflete o sucesso daquela que tem sido a missão da Católica Global School of Law: desenvolver em Portugal um centro de excelência no ensino e na investigação jurídicas, de vocação global. Este é mais um reconhecimento internacional da nossa aposta na inovação e na capacidade para formar profissionais para um mercado cada vez mais global”.

Recorde-se que a Universidade Católica foi uma das primeiras na Europa continental a oferecer programas de LL.M., o que acontece desde 2006-2007. É também a primeira em Portugal a oferecer um programa de doutoramento em direito em língua inglesa, o Global PhD Programme in Law, financiado pela FCT. É a única a proporcionar aos seus estudantes duplos LL.M. com prestigiadas escolas nos Estados Unidos (Cornell, Michigan, Boston) e no Reino Unido (King’s College London).

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Católica Global School of Law tem melhor mestrado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião