5 coisas que vão marcar o dia

Depois da subida dos preços dos combustíveis, com o gasóleo a renovar máximos, a Direção Geral do Orçamento centra atenções. Vai revelar o valor do défice.

A Direção Geral do Orçamento vai atualizar os dados sobre o défice. Hoje é também é dia de Conferência de Líderes no Parlamento, com a ferrovia em foco, numa altura em que os preços dos combustíveis voltam a subir. Conheça cinco temas que vão marcar o dia.

Como evoluiu o défice até julho?

A Direção-Geral do Orçamento vai publicar mais uma atualização da síntese de execução orçamental, desta vez relativa ao mês de julho. Segundo os dados mais recentes, as Administrações Públicas apuravam um défice de 2.616 milhões de euros até junho, uma melhoria de 406 milhões de euros face ao período homólogo.

Preço dos combustíveis vai subir

O custo dos combustíveis vai subir esta segunda-feira. Estima-se que o preço do gasóleo e o da gasolina subam meio cêntimo. Após a atualização, o preço médio do diesel deverá ser de 1,365 cêntimos por litro, enquanto o da gasolina rondará 1,597 cêntimos por litro. O custo do gasóleo sobe, assim, para um máximo desde o início de junho. O preço final de retalho nas gasolineiras do país poderá variar.

Conferência de Líderes de olho na ferrovia

Apesar de ter sido cancelada a greve de três dias nos comboios, a ferrovia está em destaque. Realiza-se esta segunda-feira a Conferência de Líderes, no Parlamento. Este encontra tem como ponto único a análise do requerimento do CDS-PP para a convocação de reunião extraordinária da comissão permanente para debater a situação da ferrovia.

OCDE revela crescimento económico

A OCDE vai publicar mais uma atualização trimestral da evolução do crescimento económico dos países do grupo, relativa ao segundo trimestre do ano. No primeiro trimestre, o crescimento do PIB na OCDE abrandou pelo terceiro trimestre consecutivo, para 0,5%, segundo dados oficiais da organização.

Entram em vigor as sanções à Rússia

As sanções anunciadas por Washington contra a Rússia, na sequência do ataque com um agente nervoso e altamente letal no Reino Unido, vão entrar em vigor esta segunda-feira. As sanções implicam o fim de alguma ajuda externa ao país, bem como o fim da venda de algumas armas e de financiamento à nação de Vladimir Putin. Os Estados Unidos vão ainda proibir a exportação de bens e tecnologia sensíveis em termos de segurança, medidas que se juntam ao rol de outras sanções já aplicadas contra aquele país.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião