Cuatrecasas obtém do Financial Times o prémio de sociedade de advogados mais inovadora da Europa continental

A firma ibérica é premiada também pela sua prestação em “Strategy & Changing behaviours” e “Collaboration” e mereceu também louvor as áreas “New products & services” e outras.

A Cuatrecasas foi considerada uma das sociedades de advogados europeias líderes em inovação em serviços jurídicos, de acordo com a publicação britânica Financial Times Innovative Lawyers. Na edição 2018, o júri reconheceu a sociedade presidida por Rafael Fontana e dirigida em Portugal por Maria João Ricou como a mais inovadora da Europa (excluindo o Reino Unido), destacando-se sobretudo nos aspectos de “Strategy & Changing behaviours” e “Collaboration”, bem como “New products & services”, “Technology” e “New business & service delivery models”.

Jorge Badía, director-geral da Cuatrecasas, foi considerado um dos 10 advogados mais inovadores da Europa por levar a cabo o processo de transformação da sociedade, especialmente ao nível do sistema de avaliação dos profissionais, pelo impulso dado às políticas de diversidade e igualdade e por dar voz às novas gerações. Por tudo isso, a Cuatrecasas situa-se na décima posição no ranking das sociedades de advogados mais inovadoras da Europa, sendo a primeira, no ranking deste ano, entre as que não são anglo-saxónicas.

A Cuatrecasas recebeu prémios nas categorias de “Strategy & changing behaviours” (Estratégia e mudança de comportamentos) e de “Collaboration” (Colaboração). O primeiro destes prémios, deve-se à Cuatrecasas Ventures, a sociedade que investe em startups e iniciativas de LegalTech. O segundo, deve-se às sinergias entre a Cuatrecasas e a Ogayar, na aposta na indústria citrícola.

A Cuatrecasas conseguiu também a qualificação de “highly commended” (altamente louvável) na categoria de “New products & services” (Novos produtos e serviços) graças a uma aplicação informática que permite medir o risco em operações de fiscalidade, consoante o tipo de imposto e o ano.

Igualmente da área fiscal, a sociedade é distinguida em “New business & service delivery models” (Desenvolvimento de negócio e modelos de prestação de serviços). A Cuatrecasas fez parte do reduzido número de entidades aderentes ao projecto piloto da Administração tributária de Espanha e da SAP para a implementação do Suministro Inmediato de Información (submissão imediata de informação) relativo ao IVA.

Finalmente, a categoria “Technology” (Tecnologia): a firma apostou na inteligência artificial para transformar a prestação de serviços no sentido de uma maior produtividade e eficiência, especialmente em áreas como o Imobiliário. É o caso da aplicação do Xray, uma aplicação baseada em “machine learning” e dedicada a operações de Due Diligence e registo maciço de dados.

Os Financial Times Innovative Lawyers são publicados anualmente desde há 13 anos. A iniciativa contempla um relatório, um ranking e prémios que avaliam e distinguem a inovação na advocacia de negócios e nos serviços jurídicos de empresas na Europa. Um júri independente encarrega-se de fazer a avaliação das candidaturas apresentadas.

A entrega dos prémios teve lugar no dia 4 de Outrobro, em Londres.

Comentários ({{ total }})

Cuatrecasas obtém do Financial Times o prémio de sociedade de advogados mais inovadora da Europa continental

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião