Grupo Dia procura comprador para a marca Clarel

  • ECO
  • 7 Janeiro 2019

O grupo encarregou o Santander e o BBVA de encontrarem um comprador para a marca especializada em produtos de farmácia, perfumaria e higiene pessoal, no âmbito do seu processo de reestruturação.

O Grupo Dia deu mais um passo no âmbito do seu processo de reestruturação. O grupo que é dono do Minipreço colocou à venda a Clarel, tendo encarregado o Santander e o BBVA de procurar um comprador para a marca especializada em produtos de farmácia, perfumaria e higiene pessoal, avança o Expansion nesta segunda-feira.

O jornal espanhol cita fontes do processo, segundo as quais o objetivo é angariar cerca de 200 milhões de euros com esta venda que promete ser a maior a realizar nos próximos meses pelo grupo espanhol. “O desinvestimento vai efetuar-se ao longo do primeiro trimestre do ano”, adiantaram as mesmas fontes.

O valor previsto angariar é essencial para o processo de reestruturação que o Dia está a implementar, isto depois de o grupo ter visto aprovado um refinanciamento de quase 900 milhões de euros que significou uma injeção extra de linhas de curto prazo no valor de 215 milhões de euros.

A escolha do Santander e do BBVA para levar a cabo esta operação não é aleatória, já que estas duas instituições financeiras tiveram um papel determinante no processo de refinanciamento conseguido pelo Dia. As duas instituições fazem ainda parte do conjunto de 12 que demonstram ter uma maior exposição ao passivo do grupo espanhol.

O negócio da Clarel foi comprado pelo grupo Dia à retalhista alemã Schlecker em 2012 por 70,5 milhões de euros. Em 2016 decidiu ainda avançar com uma mudança de imagem da marca de forma a torna-se mais moderna, avançando ainda com um plano de expansão do número de lojas.

Comentários ({{ total }})

Grupo Dia procura comprador para a marca Clarel

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião