Treinar a inteligência emocional para aumentar a produtividade

  • Ricardo Vieira
  • 6 Maio 2019

Formação é pensada para melhorar o desempenho profissional, ensinando a desbloquear emoções. Treino já foi usado numa pós-graduação e em várias formações para empresas.

Desenvolver novas competências, trabalhar o campo emocional, compreender e aprender a lidar com as emoções de uma forma saudável e construtiva são os objetivos do workshop sobre inteligência emocional (IE) e relacional, promovido por Raul de Orofino, ator-orador e professor de inteligência emocional.

A inteligência emocional é há muito uma skill valorizada pelos recrutadores. Aliás, com base num inquérito realizado nos EUA, a maioria das empresas afirma não contratar colaboradores com um QI alto, mas com baixa IE. E na hora de serem considerados para uma promoção, a IE é mais valorizada do que um QI alto.

Profissionais que conhecem melhor as suas emoções e que estão preparados para lidar com os outros respondem de uma forma mais eficaz aos desafios do mundo laboral. A importância da inteligência emocional, nomeadamente para o stress, para a saúde e para a performance, foi comprovada há vários anos. Um estudo britânico, de 2003, mostrou, por exemplo, mostrou que managers que receberam formação em inteligência emocional registaram melhorias na moral da equipa e uma redução do stress relacionado com o trabalho.

Na formação, que decorre a 23 de maio, em Lisboa, “são aplicados exercícios psicofísicos que desbloqueiam as emoções, muitas vezes travadas, que impedem um funcionamento mais produtivo da vida profissional”, explica a organização. O que se pretende é que cada participante “revolucione a sua forma de agir e de se relacionar com os outros” e “durante a formação são aplicados exercícios psicofísicos que desbloqueiam as emoções, muitas vezes travadas, que impedem um funcionamento mais produtivo da vida profissional. No fim de cada exercício, o orador conversa com os formandos e faz a ligação entre o que cada indivíduo sentiu e a realidade do seu mundo profissional”, acrescentam.

Depois de o método ter feito parte do plano curricular de uma pós-graduação, há dez anos que Raul de Orofino promove este treino em empresas. E para assinalar este aniversário, o formador lança agora esta iniciativa aberta ao público.

Comentários ({{ total }})

Treinar a inteligência emocional para aumentar a produtividade

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião