INOV Contacto dá-se a conhecer em Lisboa e Coimbra

  • Ricardo Vieira
  • 14 Maio 2019

Lisboa e Coimbra vão receber duas sessões de apresentação sobre o programa de estágios profissionais que tem uma taxa de empregabilidade de 70%.

INOV Contacto tem duas sessões de apresentação esta semana. O programa de estágios internacionais, com mais de 23 anos, é reconhecido pelo processo de seleção que casa perfeitamente estudantes e empresas. Mas os números também deram fama ao programa: afinal 70% dos seus participantes estão empregados e 96% afirma que participar da iniciativa ajudou a projetar a sua carreira.

O programa foi concebido para o foco nas experiências de trabalho internacional em empresas e organizações de todo o mundo, que dão resposta a vários desafios desta fase da vida profissional. Além disso, é o programa a nível europeu que maior apoio financeiro dá aos estagiários, apoiando viagem, bolsa de estágio, subsídios e seguros.

Nos dias 15 e 16 de maio, o INOV Contacto e a Rede UniverCidade promovem duas sessões de apresentação sobre o programa. As sessões, pensadas para e jovens recém-graduados que queiram lançar as suas carreiras, decorrem em Lisboa, no grande auditório do ISCTE-IUL, e no dia seguinte no auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra.

A abertura das sessões está a cargo de André Couceiro, antigo speaker da Inspiring Future, que vai promover o workshop “What’s Next, Dummies?”, onde dá algumas dicas aos jovens presentes sobre o início de carreira.

Além de Maria João Bobone, diretora do programa INOV Contacto, que vai falar sobre “a importância de uma experiência de trabalho internacional para o desenvolvimento de carreira”, estão previstos testemunhos de vários alumni INOV que vão mostrar como a experiência foi determinante no seu percurso profissional.

Entre eles está Ricardo Marvão, cofundador da Beta-i, Patrícia Soares da Costa, adviser na área de branding, Ricardo Mota, formador empresarial e Bruno Ramos de Carvalho sócio-fundador e CEO da Active Space Technologies.

Os dois eventos são abertos ao público em geral e a alunos de qualquer curso ou faculdade da região. Mas os que fizerem o pré-registo através do formulário disponível online têm a possibilidade de ganhar um voucher TAP no valor de 150€.

A próxima fase de candidaturas para o INOV Contact abre a 10 de setembro, mas as empresas interessadas em receber estagiários podem já fazê-lo.

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

INOV Contacto dá-se a conhecer em Lisboa e Coimbra

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião