Tonic App integra ofertas de trabalho na área da saúde

  • Ricardo Vieira
  • 16 Maio 2019

Além de notícias de saúde, messaging e ferramentas, aplicação passa a ter conteúdos de recursos humanos.

A Tonic App, a aplicação mobile que tem conteúdos e ferramentas dedicadas a profissionais de saúde, vai passar a divulgar ofertas de trabalho e conteúdos de recursos humanos relevantes para este segmento, numa parceria com a Randstad.

“O nosso objetivo é que a Tonic App se torne um verdadeiro ecossistema para a comunidade médica. Complementar os atuais recursos clínicos com informação de emprego e de competências é aumentar a qualidade da nossa oferta e acreditamos que será valorizado pelos nossos utilizadores”, afirma Daniela Seixas, diretora executiva da Tonic App.

Esta parceria vai permitir chegar à comunidade médica de forma mais simples e eficaz. Numa só app, os profissionais conseguem ter acesso às ferramentas que necessitam para o seu dia-a-dia e ficam, simultaneamente, familiarizados com as ofertas de emprego que existem na sua área. Em paralelo e considerando a importância cada vez maior das soft skills também nesta comunidade, acreditamos que temos conteúdo que pode ser bastante útil para estes profissionais”, acrescenta Nuno Anjo, manager da área clínica da Randstad Portugal.

Isto porque os utilizadores da app, além de poderem a partir de agora pesquisar emprego na área de trabalho, terão também acesso a conteúdos de recursos humanos, além de notícias da saúde, messaging seguro, bem como ferramentas e conteúdos clínicos já disponibilizadas anteriormente.

Gerida pela neurorradiologista Daniela Seixas e desenvolvida a partir do seu conceito assente em facilitar o trabalho dos médicos, a Tonic App expandiu-se recentemente para Espanha, França e Reino Unido. Em Portugal, é utilizada por 24% dos médicos.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Tonic App integra ofertas de trabalho na área da saúde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião